Setores da Restauração e Turismo registam desempenho positivo nos últimos quatro anos

A cabeça de lista do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro, destacou, esta terça-feira, a forma como, de um modo quase generalizado, se vive hoje melhor no País e na Região do que há quatro anos. Isabel Almeida Rodrigues falava à margem da reunião com a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

Do conjunto de visitas e reuniões encetadas desde a primeira hora em todas as ilhas da Região, que a candidatura do PS/Açores tem vindo a promover uma troca de impressões relevante em relação aos diversos setores e áreas de atividade, permitindo assim registar as evoluções positivas dos últimos quatro anos.

“Assim é, de facto, também no que concerne ao setor da Restauração e do Turismo. E, neste particular, muito contribuiu a decisão do Governo do PS em reduzir a taxa de IVA para a restauração, a qual, tinha, na anterior legislatura, sido aumentada para a taxa máxima pelo PSD, provocando sérias dificuldades às empresas e o aumento do desemprego no setor”, referiu a candidata.

Segundo Isabel Almeida Rodrigues, foi ainda com o Governo da República do PS que também o setor do Turismo atingiu o melhor desempenho de que há registo, quer no País, quer na Região.

Nesse sentido, a candidata socialista sublinha a importância de se ter presente o que está verdadeiramente em causa no próximo dia 6 de outubro: “ou seja, se queremos que o País continue esse caminho de recuperação de rendimentos, de crescimento económico, de criação de emprego, de aumento da confiança, da melhoria das condições de vida e da criação de novas oportunidades”.

“O que temos constatado, é que, efetivamente, os Portugueses hoje estão melhores com este governo do PS e, por isso, esperamos que os Açorianos nos deem esse voto de confiança para que, a partir de outubro, possamos continuar a ter Mais Açores e Mais Portugal”, acrescentou a candidata do PS/Açores às eleições Legislativas do próximo dia 6 de outubro.