Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

Os Serviços de Ambiente da Câmara Municipal, em parceria com o “Projeto Renascer E8G” da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, procederam à remoção de uma espécie invasora, mais concretamente de chorão (carpobrotus edulis), da praia do Pópulo.

A iniciativa, realizada no final de julho, contou com 20 participantes e surgiu no âmbito do concurso “Amar a Praia” 2022 e decorreu na zona de areal contaminada por esta espécie e na zona envolvente da referida praia, situada na freguesia do Livramento.

Originária de África do Sul, esta planta é conhecida como chorão-da-praia, podendo ser encontrada na orla costeira açoriana.

O chorão-da-praia terá sido trazido para os Açores como espécie ornamental, mas pela sua capacidade de propagação e pela própria utilização para fixar areias, acabou por se tornar numa invasora.

O objetivo desta iniciativa camarária foi iniciar uma sequência de intervenções regulares de remoção desta planta invasora para que, dentro de alguns meses, se possa repovoar a zona com espécies autóctones próprias de ecossistemas costeiros.

Saliente-se que a iniciativa em questão começou com uma apresentação do método de remoção a usar e o objetivo da atividade.

Após esta atividade de cariz educativo e lúdico, foram removidos 580 quilos de chorão, que encheram 29 sacos de 120 litros.

No final, foi realizado um debate sobre a experiência e feita uma avaliação positiva com recurso a questionário.

Pub