PUB

A Azores Airlines vai assegurar no próximo verão uma ligação direta, semanal, entre as cidades de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, e de Bilbau, em Espanha, anunciou hoje a operadora aérea.

Os voos vão realizar-se de julho a setembro, sendo que as partidas de Ponta Delgada serão às 08:10 e as partidas de Bilbau às 14:10.

Esta ligação “completa a rede de outros destinos que a companhia aérea já vinha operando durante os meses de verão, designadamente a ligação a Barcelona [também em Espanha], que se mantêm, com a oferta de três frequências semanais”, segundo uma nota de imprensa.

PUB

De acordo com o grupo SATA, Bilbau é um “importante centro urbano que ganhou visibilidade, quer como local turístico de interesse, quer como relevante mercado emissor”, constituindo um “ponto de confluência de tráfego aéreo, o que justifica o interesse desta operação para a companhia aérea, sem descurar a importância que assume para o arquipélago dos Açores, que vê assim adicionada uma ligação direta ao continente europeu”.

A operação de verão da Azores Airlines será realizada em parceria com um operador local, “particularmente conhecedor do mercado e dedicado à captação de tráfego de todo o nordeste de Espanha, que assume a responsabilidade de comercialização de parte significativa dos lugares disponíveis”.

A SATA adianta que as ações de promoção já arrancaram junto dos agentes de viagem, a que se seguirão campanhas mais dirigidas aos passageiros, com preços especiais de lançamento.

As operadoras aéreas do grupo SATA registaram 1.920.451 passageiros transportados em 2022, o que representou um crescimento de 49,9% em relação ao ano de 2021 e um novo máximo, anunciou na quinta-feira a companhia.

A SATA Air Açores, que assegura as ligações aéreas interilhas, transportou um total de 837.236 passageiros, mais 32,2% em relação a 2021 e mais 9,2% em relação a 2019, ano pré-pandemia de covid-19.

A Azores Airlines, que assegura as ligações dos Açores com o exterior, transportou um total de 1.083.215 passageiros, mais 67,1% em relação ao ano anterior e mais 14,5% em relação a 2019, segundo uma nota de imprensa da empresa.

Pub