Santa Clara vence AD Oliveirense e está na quarta ronda da Taça de Portugal

O Santa Clara apurou-se hoje para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao vencer a AD Oliveirense por 3-0, um resultado que não espelha o equilíbrio que marcou vários dos períodos do jogo.

A turma açoriana, oitava classificada da I Liga portuguesa, inaugurou o marcador por Thiago Santana, aos 28 minutos, e dilatou a vantagem por Bruno Lamas, de penálti (71), e por João Afonso (81), em dois lances muito contestados pelos jogadores e pelos adeptos do 14.º classificado da Série A do Campeonato de Portugal.

No sintético do Campo da Ribes, em Santa Maria da Oliveira (concelho de Famalicão), o Santa Clara quis ‘mandar’ na partida desde o apito inicial, mas deparou-se com um adversário organizado, que, nos primeiros 20 minutos, raramente concedeu espaço aos dianteiros açorianos – a exceção foi um lance em que Carlos Júnior atirou ligeiramente ao lado, aos 14.

A turma minhota beneficiou, aliás, da dinâmica de Leandro Albano e de Caio Gomes na ala direita para chegar à área contrária e só não marcou aos 19 minutos, porque Vítor Bastos falhou, por milímetros, o desvio final, após livre de Gian Ferrero.

Numa fase em que nenhuma das equipas se conseguia impor, o Santa Clara chegou à vantagem, aos 28 minutos, num cabeceamento ao primeiro poste de Thiago Santana, em resposta a canto batido na direita, por Lincoln.

A Oliveirense ‘acusou’ o tento sofrido e reagiu apenas no começo da segunda parte, com Armand Bagramyan a rematar à figura de André Ferreira, quando estava em boa posição para empatar.

Já os açorianos, depois de ‘perdidas’ de Thiago Santana e de Carlos Júnior, ampliaram o resultado num penálti de Bruno Lamas (71), a castigar uma entrada perigosa de Vítor Bastos sobre Fábio Cardoso no interior da área famalicense, aos 68.

A equipa de Ponta Delgada ainda teve tempo para chegar ao terceiro golo, num cabeceamento do recém-entrado João Afonso, lance em que a AD Oliveirense pediu fora de jogo.