Pub

“Estamos com uma pressão muito boa, comparativamente ao nosso adversário, que está com uma pressão maior do ponto vista de não conseguir os seus objetivos. Nós estamos com uma pressão muito boa, que é a de jogarmos por um objetivo alto, um objetivo que nos pode levar a um feito importante”, declarou Daniel Ramos.

Vitória de Guimarães e Santa Clara, ambos com 43 pontos — com vantagem para os vimaranenses -, e Famalicão, com 40, vão decidir na derradeira jornada a qualificação para a Liga Conferência Europa, por via do sexto lugar.

Daniel Ramos, que falava em conferência de imprensa, no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, disse que o Farense irá apresentar-se com uma “pressão mais preocupante” porque está a lutar para não descer de divisão.

O treinador dos açorianos elogiou o trabalho de Jorge Costa à frente do Farense, uma vez que o técnico “melhorou os índices competitivos da equipa”, que se encontra num “período ascendente”.

Daniel Ramos assinalou que para o último encontro do campeonato vai pedir aos jogadores açorianos para “serem muito daquilo que foram durante o ano”.

“[Vou pedir para] terem um espírito fantástico de grupo, terem o compromisso muito forte com aquilo a que nos propusemos, com a nossa forma de jogar, que engloba o processo ofensivo e defensivo, e estarmos todos comprometidos neste aspeto”, afirmou.

E acrescentou: “Temos confiança em nós, temos confiança no que estamos a fazer. Somos um grupo que neste momento respira e vive um momento muito saudável, a sensação de que somos todos uma família boa, em que não existe negativismos”.

Sobre a sua continuidade à frente do comando técnico do Santa Clara, Daniel Ramos disse que irá falar com a estrutura do clube no final do campeonato.

“Não estou nada preocupado com isso [a renovação]. Ficámos de falar depois do campeonato, até porque estamos nestes jogos importantes. Até porque temos um dia importante, o de hoje, e dia importante de amanhã [quarta-feira]”, declarou.

Decorrem hoje as eleições para a presidência do Santa Clara, existindo dois candidatos: o atual presidente, Rui Cordeiro, que se candidata a um terceiro mandato, e Miguel Simas, anterior vice-presidente do clube e atual acionista da SAD açoriana.

O Santa Clara, sétimo classificado, com 43 pontos, recebe o Farense, 17.º e penúltimo, com 31, na quarta-feira, às 19:00 (mais uma hora em Lisboa), no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, na última jornada do campeonato.

Pub