Rui Rio diz que PS fez OE2019 para chegar em “posição confortável” às eleições

O presidente do PSD declarou hoje que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) não serve para “projetar o futuro” do país, antes é idealizado pelo PS para que este partido chegue numa “posição confortável” às legislativas.

“O Orçamento do Estado não tem nada a ver com o futuro que o país precisa e tem fundamentalmente a ver com o que esses partidos, nomeadamente o PS, precisam para chegar a uma posição mais confortável em outubro de 2019″, vincou Rui Rio, falando na ilha de São Miguel, na sessão de encerramento do XXIII congresso do PSD/Açores.

O líder social-democrata advoga que “todas as folgas” orçamentais que existem são “para redistribuir, nada é para projetar futuro, é para garantir o presente”, e “garantir o presente em 2019 é procurar garantir uma posição confortável” nas eleições legislativas de outubro.

“Este Governo não tem uma estratégia de crescimento económico sustentado, nem podia ter”, disse ainda Rui Rio, justificando tal posição com as “divergências ideológicas” do PS com o Bloco de Esquerda e o PCP.