Rui Rio agradece “vitória expressiva” que obriga a segunda volta por novas regras

O candidato à liderança do PSD Rui Rio agradeceu hoje a “vitória expressiva” nas eleições do partido, frisando ter ficado “a 0,56% da maioria absoluta”, o que obriga a uma segunda volta apenas “devido a novas regras”.

“É a primeira vez no PSD em que há uma segunda volta. Pelas regras antigas, isto estava arrumadíssimo. Mas comigo nada é fácil”, observou Rui Rio, também líder social-democrata, em declarações aos jornalistas e militantes num hotel do Porto.

Rio começou por “agradecer esta vitória expressiva”, por ter ficado a “0,56% de conseguir a maioria absoluta”, recusou debater com o outro candidato à segunda volta, Luís Montenegro, e recusou que o partido seja uma “agência de distribuição de lugares”.

Rui Rio foi o mais votado nas eleições para a liderança do PSD, com 49,44%, e vai disputar uma segunda volta com Luís Montenegro, que teve 41,26%, anunciou hoje o Conselho de Jurisdição Nacional dos sociais-democratas.