Pub

Os candidatos à liderança do PSD defenderam hoje que o partido concorra sozinho às legislativas, admitindo coligações posteriores com o CDS, e Rio recusou dizer “jamais” a um Bloco Central, embora só em “circunstâncias extraordinárias” que não prevê.

No primeiro debate entre Pedro Santana Lopes e Rui Rio, que decorreu na RTP, os candidatos foram questionados sobre que estratégia defenderão para as eleições legislativas, caso vençam as diretas do próximo dia 13 de janeiro.

“Temos um PS que virou à esquerda, o PPD/PSD para ir para o governo tem de conquistar maioria absoluta por si ou em coligação (…). A minha orientação é concorrer sozinho idealmente, com exclusão de qualquer solução de coligação com o PS antes ou depois das eleições”, afirmou Santana Lopes.

Pub