PUB

Revista dirigida por Nuno Costa Santos volta a celebrar autores açorianos

PUB

O segundo número da revista literária Grotta é editado na sexta-feira, e a publicação, diz o coordenador Nuno Costa Santos, procura agora “aprofundar a sua vocação para reunir quem escreve no território açoriano e fora dele”.

Centrada na divulgação e promoção de autores dos Açores, a publicação integra, neste segundo número, um trabalho dedicado à literatura de Porto Alegre, no Brasil, “forma de celebrar, hoje, a ancestral ligação entre os Açores e a capital do Rio Grande do Sul”.

Há também, na revista, como revela Nuno Costa Santos à agência Lusa, “uma longa entrevista com Eduíno de Jesus, que partilha com os leitores a sua vida literária e a forma como vê o mundo”.

PUB

Um texto de Vitorino Nemésio, de 1975, escolhido e enquadrado por Vasco Rosa, e um elogio do jogador de futebol açoriano Eliseu, feito por Luís Filipe Borges, são outros dos motivos de interesse do número dois da Grotta, que chega às livrarias na sexta-feira.

A revista é dirigida por Nuno Costa Santos, açoriano de nascença, que tem carreira como guionista para cinema, dramaturgo e autor de programas para rádio e televisão.

A Grotta é editada pela Publiçor sob chancela Letras Lavadas

Pub