Requalificação de estradas danificadas pelo ‘Lorenzo’ orçadas em 2ME

O Governo dos Açores disse hoje que está em curso a requalificação da rede de estradas em três ilhas, num investimento de cerca de dois milhões de euros, devido à passagem do furacão ‘Lorenzo’ pelo arquipélago.

“Pico, Faial, Flores, serão as que terão as intervenções mais significativas no âmbito das obras públicas, temos um investimento superior a dois milhões de euros”, declarou à agência Lusa a secretária dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha.

A governante falou após a assinatura da consignação para a reabilitação do pavimento de cinco troços de estradas na ilha das Flores, danificadas após a passagem do ‘Lorenzo’, cerimónia integrada na visita estatutária do executivo regional àquela ilha.

Dos dois milhões destinados a reparar os “danos causados na rede viária com a passagem do furacão”, Ana Cunha assinalou que cerca de 1,2ME “já estão em execução”.

“Demonstra também a nossa preocupação em reparar o mais rapidamente possível com esta taxa de execução”, apontou.

Relativamente à obra consignada, Ana Cunha realçou que se trata de uma requalificação de 220 mil euros, que abrange cerca de 7.100 metros quadrados e que tem um “prazo de execução relativamente curto, de 60 dias”.

Além destas intervenções, a secretária regional referiu que foi necessário adquirir sinalética no valor de 13 mil euros, que “ficou totalmente destruída” pelo furacão.

“Tendo [as Flores] sido uma das ilhas mais fustigadas pela passagem do furacão, lembramo-nos sempre do porto das Lajes, mas esquecemo-nos com frequência de todos os outros danos que aqui foram causados, nomeadamente ao nível das estradas”, afirmou, referindo-se ao porto das Lajes que ficou totalmente destruído pela intempérie.

Estando “concluídas” todas as reparações a cargo das Obras Públicas, além do porto das Lajes, fica a faltar a conclusão da intervenção no porto das poças, que já estava em obras antes da passagem do ‘Lorenzo’ e que foi alvo de “recalendarização“, uma vez que sofreu “danos significativos”.

A passagem do furacão ‘Lorenzo’ pelos Açores, em outubro de 2019, causou a destruição total do Porto das Lajes das Flores, o que colocou em risco o abastecimento ao grupo ocidental.

Durante a passagem do ‘Lorenzo’ pelos Açores foram registadas 255 ocorrências e 53 pessoas tiveram de ser realojadas, tendo os prejuízos sido avaliados num total de cerca de 330 milhões de euros.

O Governo nacional assumiu 85% desse valor.

Depois de visitar o Corvo, o Governo dos Açores chegou hoje à ilha das Flores naquela que é a sua primeira visita estatutária desde que a covid-19 foi declarada como pandemia.