Red Bull Cliff Diving de volta ao Ilhéu de Vila Franca de 21 a 22 de Junho

Ano após ano, os Açores vão cimentando o seu estatuto de grande clássico do calendário do Red Bull Cliff Diving World Series.

O encontro na única etapa onde ainda se pode reviver as origens desta modalidade extrema, com saltos realizados diretamente a partir das rochas, volta a acontecer nos dias 21 e 22 de junho, no ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel. Campeões chegam na máxima força, Orlando Duque ausente pela primeira vez.

Com três etapas já disputadas, o Red Bull Cliff Diving World Series 2019 viaja nos próximos dias 21 e 22 de junho até às paisagens intocadas do ilhéu de Vila Franca do Campo. Trata-se da oitava visita consecutiva do circuito mundial de saltos para a água de grande altura, o que confere aos Açores o estatuto da mais antiga referência do calendário.

Para os 23 atletas de 14 países convocados para a competição, entre elementos do quadro permanente e wildcards, esta é uma oportunidade única. De todas as etapas do calendário, só os Açores oferecem a possibilidade de saltar diretamente das rochas, um tributo às origens do desporto nascido há mais de 200 anos no Havai. Entre o desafio das rochas, onde a maior proximidade com a terra exige uma enorme capacidade de impulsão, e os saltos mais complexos a partir das plataformas de 21 e 27 metros, a ação promete grande emoções.

Do ponto de vista desportivo, os atuais Campeões do Red Bull Cliff Diving World Series chegam à ilha de São Miguel na máxima força. A australiana Rhiannan Iffland está invicta, com três vitórias em três etapas, enquanto o britânico Gary Hunt está isolado no comando com uma margem confortável. Hunt já venceu por três vezes a etapa açoriana, mas falhou esta conquista nas duas últimas edições. Ainda assim, o britânico de 35 anos é sempre favorito e desta vez não vai contar com a oposição do veterano Orlando Duque. O colombiano, que no ano passado sofreu uma queda e foi forçado a desistir, está pela primeira vez fora do quadro permanente e só participa em algumas das etapas como wildcard.

Toda a ação nos Açores pode ser acompanhada na Red Bull TV, a partir das 14:30h de sábado (22 de junho) em https://www.redbull.com/int-en/tv/live/AP-1Y7YTE9BW1W11/azores-portugal, no site oficial em www.redbullcliffdiving.com ou em direto na antena da SIC Radical, a partir das 13:55h.

CALENDÁRIO

  • 13 abril | Palawaan, FILIPINAS
  • 12 maio | Dublin, IRLANDA
  • 2 junho | Polignano a Mare, ITÁLIA
  • 22 junho | S. Miguel, Açores, PORTUGAL
  • 14 julho | Beirute, LÍBANO
  • 24 agosto | Mostar, BÓSNIA E HERZEGOVINA
  • 14 setembro | Bilbau, ESPANHA

CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS 3 ETAPAS

MASCULINOS

  • 1º Gary Hunt GBR | 400 pontos
  • 2º Andy Jones EUA | 220 pts
  • 3º Kris Kolanus POL | 200 pts
  • 4º Jonathan Paredes MEX | 190 pts
  • 5º Michal Navratil CZE | 170 pts

FEMININOS

  • 1º Rhiannan Iffland AUS | 400 pontos
  • 2º Yana Nestsiarava BLR | 290 pts
  • 3º Lysanne Richard CAN | 240 pts
  • 4º Jessica Macauly GBR | 200 pts
  • 5º Maria Paula Quintere COL | 160 pts