Rafael Botelho com pontuação máxima no CPR2

A prova inaugural do Campeonato da Europa de Ralis, ERC, e do Campeonato dos Açores de Ralis, CAR, e segunda prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, CPR, correu de feição à equipa Rafa Motorsport

O Rali organizado pelo Grupo Desportivo Comercial contou com uma das maiores listas de inscritos de sempre, tendo cerca de 78 pilotos à partida e mais de 30 viaturas da tipologia R5.

Ao longo dos três dias de prova do 53º Azores Airlines Rallye, Rafael Botelho e Rui Raimundo, imprimiram um ritmo muito forte e consistente, rodando sempre no topo das duas rodas motrizes a nível nacional. Os mais de 200km cronometrados de extensão e a dureza dos pisos não foram problema para o DS3 R3T, que se apresentou sempre em grande forma e permitiu à dupla registar uma autuação de grande nível.

Rafa e Raimundo passaram pela liderança do CPR2 e CAR 2RM durante o dia de quinta-feira, rodando depois sempre no segundo lugar ao longo dos outros dois dias de prova. Refira-se que a dupla impressionou-se com os cronos registados, lutando em todos as provas de classificação para vitória, com destaque para a conquista na segunda passagem pela famosa Tronqueira.

Esta foi a 3ª participação da dupla nesta prova com esta viatura e a comparação feita entre os resultados obtidos nos diversos anos, registou-se este ano uma evolução considerável, sendo a rapidez e a consistência os grandes aliados, neste momento, de Rafa.

A nível de pontuação, os resultados obtidos na prova Açoriana do ERC, permitiram a Rafa e Rui a vitória no RC3 – ERC,CPR, CAR, vitória CPR2, 2º lugar CAR 2RM, 4º melhores Açorianos, 10º CPR e um honroso 26º lugar ERC.

Para Rafa, “este foi um rali fantástico. Saio daqui muito satisfeito com a minha evolução. Sinceramente, à partida não esperava conseguir impor um ritmo tão forte e tão rápido, contudo, desde do 1º troço percebi que tinha condições para lutar por um lugar ambicioso e essa foi a minha meta ao longo dos três dias de prova. Demonstrei que tanto eu como a minha equipa temos trabalhado na direcção certa, e o modo como nos intrometemos na luta pela liderança do CPR 2 e do CAR 2RM deixa-me muito feliz. Qualquer piloto gosta de competição e de ter um foco e neste rali demonstrei que os meus dois campeonatos dos Açores em 2 rodas motrizes não foram fruto do acaso. Para além disso, cresce a ambição de fazer provas fora da região. Apesar de ser um rali extremamente exigente, para além da nossa ordem de partida, o DS3 R3T esteve sempre ao mais alto nível e isso tenho de agradecer o grande trabalho do meu mecânico Carlos Pereira. Agora é tempo de preparar a 1ª prova de asfalto do CAR e acredito que o resultado, o ritmo, e actuação que conseguimos neste Azores Airlines Rallye serão um excelente mote para a preparação dessa prova.  Não posso deixar de agradecer a toda a minha família, a minha equipa, o excelente trabalho do Rui Raimundo e aos meus patrocinadores por me estarem a acompanhar nos meus objectivos e de fazerem parte deste crescimento que me deixa orgulhoso.

A caravana do Campeonato dos Açores de Ralis, segue para a 2ª prova, na ilha Terceira, para a disputa do “XXXVII Rali Sical” nos dias 20 e 21 de Abril.