PSP leva a cabo “2 Rodas em Segurança” de 26 a 30 de agosto  

O Plano Nacional de Fiscalização estabelece como prioridade a fiscalização dos veículos de 2 rodas, atendendo à gravidade das consequências dos acidentes com veículos de duas rodas com motor.

É hoje reconhecido que o comportamento humano é a condição mais relevante para a ocorrência da maioria dos acidentes de viação, seja por infração e/ou desrespeito das regras e sinais de trânsito, seja perante um acontecimento inesperado.

As ações de fiscalização levadas a cabo pela PSP têm, assim, de ser sustentadas num policiamento orientado, de forma a maximizar a segurança rodoviária, dirigidas aos comportamentos de risco dos condutores, condutas e infrações que comprovadamente mais contribuem para a sinistralidade rodoviária, onde se incluem o excesso de velocidade, o desrespeito da obrigação de parar imposta pela luz vermelha de regulação do trânsito, a condução sob influência do álcool e substâncias psicotrópicas, a não utilização de capacete de proteção, não sinalização de manobras, ultrapassagens irregulares, entre outras.

 

Neste sentido, entre os dias 26 a 30 de agosto, a PSP vai lançar, a nível nacional, ações de fiscalização do trânsito em toda a sua área de responsabilidade, especialmente direcionadas para a fiscalização dos veículos motorizados de 2 rodas – motociclos e ciclomotores -, bem como sobre comportamentos de risco por parte de condutores de outros veículos que coloquem em causa a segurança dos motociclistas/ ciclomotoristas.

 

Estas operações vão ter especial incidência na detecção das seguintes infracções:

 

1.      Não utilização de capacete de proteção;

2.      Desrespeito ao sinal vermelho do semáforo;

3.      Ultrapassagem irregular;                                                                                    

4.      Mudanças irregulares de vias de trânsito;

5.      Não sinalização de manobras;

6.      Desrespeito das regras de prioridade;

7.      Excesso de velocidade;

8.      Condução sob influência de álcool.