Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

O deputado do PSD/Açores Carlos Freitas realçou hoje as valências previstas na remodelação do Centro de Saúde das Lajes do Pico, “uma obra essencial, e que vai ser um verdadeiro volte-face nos cuidados de saúde prestados no concelho e na ilha”, referiu.

O social-democrata, que esteve acompanhado pelo deputado Marco Costa, falava após uma reunião com a presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico e o presidente da Assembleia Municipal das Lajes do Pico.

Carlos Freitas lembrou que a solução encontrada pelo Governo da Coligação para a referida unidade de saúde “é uma opção ponderada, permitindo melhorar a realidade local dos cuidados de saúde, que aliás já é bem diferente desde que este Executivo regional está em funções”, sublinhou.

“O renovado Centro de Saúde das Lajes do Pico terá uma área de Urgência diferente, com maior proteção para os utentes, à qual foi acrescentado um gabinete de triagem e uma nova sala para emergência/reanimação”, avançou Carlos Freitas.

“O serviço ambulatório vai ganhar um novo gabinete médico, a juntar aos três existentes, destacando-se, no internamento, a construção de instalações sanitárias em todos os quartos, o que vai dar um maior conforto e mais privacidade aos doentes”, disse igualmente o deputado do PSD/Açores.

“Depois da experiência adquirida com a pandemia, está prevista a construção de um quarto de isolamento com instalação sanitária privativa fora do edifício principal, para acolher doentes infectocontagiosos”, frisou o parlamentar, acrescentando que, em termos de conforto, “se destaca uma melhoria significativa para funcionários e utentes, com a montagem de isolamentos térmicos e de um sistema central de ar condicionado”.

“Vamos ainda passar a ter cuidados de Fisioterapia, com um ginásio, três boxes individuais, casas de banho e vestiários”, explicou.

Carlos Freitas lembrou ainda que “a obra em causa está a concurso, com um investimento do Governo dos Açores na ordem dos 2,5 milhões de euros”.

O deputado do PSD/Açores não deixou de referir que “este é um assunto que já serviu para tudo, mas não podemos esquecer o estado miserável em que os governos do PS deixaram o Centro de Saúde das Lajes, assim como o rol de promessas por cumprir que incluíram em todo o processo”, disse.

“Curiosamente, até a atual presidente da câmara prometeu um novo Centro de Saúde, como se isso dependesse da autarquia, numa clara ultrapassagem dos limites e do bom senso”, lembrou.

Carlos Freitas concluiu referindo as alterações que esta nova legislatura já trouxe às Lajes do Pico, no que toca aos cuidados de saúde, “desde o aumento exponencial do número de consultas, à vinda de mais especialistas, e mesmo à redução das listas de esperas para cirurgias, com tem sido divulgado pela tutela, numa postura de transparência a que também já não estávamos habituados”.

Pub