PSD diz que o Secretário da Agricultura “nada faz” perante multas a produtores de leite

António Almeida

O deputado do PSD/Açores António Almeida afirmou hoje que o secretário regional da Agricultura “nada faz” perante as multas impostas pela indústria de laticínios aos produtores de leite da ilha Terceira, devido ao excesso de produção.

“O secretário de Agricultura lamenta a situação dos produtores da Terceira, diz que é uma decisão da indústria que o governo discorda, mas nada faz”, disse o social-democrata, numa declaração política feita no parlamento açoriano.

O parlamentar do PSD/Açores salientou que o pagamento de penalizações imposto aos produtores de leite da Terceira “merece a preocupação de todos, pois traduz-se numa injustiça para quem produziu, contribuiu para a economia da ilha e da região e possibilitou a produção de lácteos à indústria de lacticínios da Terceira, até com o incremento de novas linhas de produtos em 2018”.

“O governo que anuncia indicadores favoráveis na Agricultura dos Açores, fazendo disso publicidade, é o mesmo governo que ignora os desastres no setor da produção de leite e lacticínios”, frisou.

Segundo António Almeida, no caso da ilha Terceira, “onde a indústria dá sinais de não querer mais leite, a secretaria regional da Agricultura disse que era preciso acabar com os limites à produção colocados pela indústria, mas assiste impávida e serena às penalizações anunciadas e que os produtores terão de pagar”.

“Produzir mais leite, aceite e comercializado pela indústria, para ser penalizado não é uma solução responsável. E isto acontece com a passividade do secretário regional de Agricultura”, afirmou.

Tendo o executivo a possibilidade de apoiar ou retirar apoios às indústrias e aos produtores, lembrou o deputado social-democrata, “é este governo regional que tem a obrigação de ser ‘árbitro’ em situações de conflito e de injustiça, entre as partes envolvidas, numa fileira tão importante como a dos lacticínios”.

“Não será com o silêncio do PSD que o secretário regional de Agricultura vai passear nos Açores, ignorando os problemas e as dificuldades dos produtores de leite”, garantiu.

O parlamentar do PSD/Açores acrescentou que, “não havendo garantia na melhoria dos preços do leite, e se para isso for preciso desligar as ajudas da quantidade produzida, que se faça, para salvaguardar o rendimento dos produtores”.