Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

O deputado do PSD/Açores Paulo Silveira acusou hoje o PS de “cinismo político” a propósito das críticas socialistas aos apoios do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) à economia de São Jorge, na sequência da crise sismovulcânica.

Em comunicado, o deputado do PSD no parlamento regional lembra que o PS chumbou na Assembleia da República a isenção de pagamento da Segurança Social para as empresas e trabalhadores independentes sedeados em São Jorge, proposto pelos sociais-democratas.

“Esta seria, de longe, a medida mais relevante para apoiar a economia da ilha. Vir agora criticar o Governo dos Açores não passa de um ato de cinismo político e de uma tentativa de disfarçar o indisfarçável”, afirma Paulo Silveira, citado na nota de imprensa.

A reação do PSD/Açores surge depois de os socialistas açorianos terem criticado hoje a “insensibilidade” do Governo Regional face às “dificuldades das empresas e famílias” de São Jorge provocadas pela crise sismovulcânica, alertando para a falta de apoio aos empresários.

O deputado regional social-democrata reforçou que a “isenção do pagamento de contribuições para a Segurança Social” é da “exclusiva responsabilidade da República”, tendo sido uma “medida proposta pelo Conselho de Ilha de São Jorge”.

“Seria uma medida fundamental, dado que os maiores encargos não salariais que oneram as empresas são precisamente as contribuições para a Segurança Social. O PS não quis saber e votou contra”, insistiu.

Paulo Silveira também considerou “absurdas” as críticas do PS/Açores à produção de leite em São Jorge, realçando que foram os anteriores governos regionais socialistas que adotaram “rateios nos apoios à fileira do leite, que muito penalizaram os produtores jorgenses”.

“O trabalho do Governo [Regional] da coligação permitiu que o preço do leite pago ao produtor aumentasse. O PS devia pedir desculpa aos produtores da ilha de São Jorge, pois aquilo que os governos socialistas prometiam não era o que pagavam”, salientou.

O parlamentar do PSD/Açores acusou o PS de “criticar por criticar”, denunciando o “silêncio” do partido acerca do “reforço de ligações aéreas e marítimas a São Jorge”, anunciado pelo executivo açoriano.

Na terça-feira, o PS/Açores considerou que as medidas que o Governo Regional tomou para desincentivar a produção de leite têm gerado “muita confusão” e são uma “ameaça” à produção do queijo da ilha de São Jorge.

Na quinta-feira, o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) baixou o nível de alerta na ilha de São Jorge de V4 (ameaça de erupção) para V3 (sistema ativo sem iminência de erupção).

A ilha de São Jorge estava com o nível de alerta vulcânico V4 de um total de sete, em que V0 significa “estado de repouso” e V6 “erupção em curso”, na sequência da crise sismovulcânica registada desde 19 de março.

Pub