PSD/A responde a Francisco César sobre o Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito ao Setor Público Empresarial Regional

Na sequência das afirmações do deputado Francisco César, do Partido Socialista, sobre o Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito ao Setor Público Empresarial Regional, o Grupo Parlamentar do PSD/Açores vem esclarecer o seguinte:

O Partido Socialista, com as suas absurdas, constantes e requentadas acusações ao deputado João Bruto da Costa, apenas tenta descredibilizar o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito.

A mais recente birra parlamentar do deputado Francisco César mais não é do que uma vingança mesquinha do Partido Socialista, que não aceita que o Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito tenha feito, como manda a lei, uma participação à Procuradoria-Geral da República contra o Governo Regional por este esconder as contas da SATA do ano de 2017.

É também bom lembrar que a ocultação das contas da SATA, por parte do Governo Regional, contou com a indisfarçável cumplicidade dos deputados do Partido Socialista na Comissão Parlamentar de Inquérito ao Setor Público Empresarial.

Aliás, o Governo Regional e do Partido Socialista tentam descredibilizar o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito desde que esta foi criada.

Recorde-se que o Governo Regional, no início deste ano, se apressou a anunciar a reestruturação, que sempre recusou no passado, do Setor Público Empresarial Regional a reboque da criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, só para tentar esvaziar o trabalho desta.

O que o Partido Socialista quer, no fundo, é evitar o apuramento de responsabilidades políticas na destruição de várias empresas públicas levada a cabo por sucessivos governos do PS/Açores.

Os açorianos querem saber toda a verdade sobre as empresas públicas regionais e não estão interessados em birras parlamentares. Já o Partido Socialista prefere insistir em manobras politiqueiras para tentar enganar os açorianos.