Pub

À margem de uma visita à empresa Barcos do Pico, o Socialista criticou a atitude “desorientada e de ir a reboque” do atual Governo de coligação.

“Fizemos uma visita à empresa Barcos do Pico, não apenas pela importância que tem no tecido empresarial regional, mas também pelo facto de ser uma empresa decisiva para a coesão regional, no que diz respeito ao transporte marítimo inter-ilhas”, destacou o Socialista, para realçar a importância de uma empresa que detém, ainda, o Transporte Marítimo Parece, no conjunto de duas das três empresas de tráfego local.

Nesse sentido, e realçando a atenção que lhes deve ser conferida, Miguel Costa alertou para o facto de que, com este Governo, “estamos a assistir exatamente ao seu contrário”.

“Este é um governo que governa pouco e enreda muito. É um governo que está desorientado e que não sabe o que faz, sem iniciativa e, a cada passo que se dá, isso torna-se mais evidente, sendo disso exemplo os casos que vieram a público durante a última semana”, reforçou o Secretário Coordenador do PS/Pico.

Para Miguel Costa, e dando como exemplo o caso concreto dos combustíveis, em que o Partido Socialista propôs a redução do preço do gasóleo e gasolina, o Socialista evidenciou mais uma vez a postura de ir ao reboque, porque, conforme assegurou, “se não fosse o PS a reivindicar a baixa dos combustíveis o Governo ainda não o teria feito, quando na Madeira e no continente já aconteceu”.

Mas também no caso das Agendas Mobilizadoras, do Plano de Recuperação e Resiliência, Miguel Costa denunciou a “gestão desastrosa” deste Executivo em que, no caso da empresa Barcos do Pico e do Transporte Marítimo Parece, “ficavam completamente de fora numa agenda mobilizadora que incluía apenas uma empresa de tráfego local”.

“Se não fosse a denúncia do PS e de outros partidos da oposição, da própria sociedade civil e das empresas açorianas, tinha sido dada continuidade ao processo das agendas mobilizadoras, numa gestão viciada e desastrosa e que neste momento apoiava poucos em detrimento de muitos”, lamentou o Socialista, para dar nota de este ser “um Governo desorientado e que anda a reboque”, tendo perdido, em apenas um ano, “a pouca iniciativa que tinha”, afirmou o Secretário Coordenador do PS/Pico, para relevar que “os Açores e os Açorianos merecem mais, muito mais e muito melhor”.

Pub