Pub

O Candidato à Assembleia Municipal da Ribeira Grande defendeu esta quinta-feira o “avanço para a descentralização das reuniões da Assembleia Municipal, de forma a que este órgão possa estar onde mais importa, que é junto das pessoas”.

À margem de uma iniciativa de campanha autárquica, Fernando Cordeiro salientou que “esta já é uma prática comum noutros municípios no nosso país e mesmo em alguns municípios da nossa Região”.

Para Fernando Cordeiro, descentralizar as reuniões da Assembleia Municipal, para que esta percorra as nossas 14 freguesias e não se reúna apenas no edifício da Câmara Municipal ou no Teatro Ribeiragrandense, como tem acontecido neste período pandémico, é “o caminho certo, é aquele que garante maior proximidade entre o eleitor e os eleitos”.

O candidato do PS à Assembleia Municipal da Ribeira Grande entende, também, que esta descentralização – que já acontece com as reuniões do Executivo da Câmara Municipal – permitirá “uma maior atenção às questões de cada freguesia”, uma vez que, deslocando-se aos vários locais, “será mais provável debater os temas locais nas reuniões da Assembleia Municipal.

Pub

“O Partido Socialista vê a Ribeira Grande como um conjunto harmonioso de 14 Freguesias que devem crescer juntas, não como uma cidade e mais algumas freguesias. É por isso que achamos essencial aproximar os órgãos autárquicos das pessoas, para que todos possamos evoluir em bom ritmo, ao longo dos próximos 4 anos e na próxima década”, finalizou o candidato do PS à Assembleia Municipal, Fernando Cordeiro.

Pub