PS chumba redução do preço dos combustíveis e continua a “ir ao bolso dos açorianos” diz João Bruto da Costa

O PSD/Açores criticou hoje o governo regional por continuar a “ir ao bolso dos açorianos” em matéria de combustíveis, alegando que o executivo não cumpre a resolução que obriga a que os preços sejam inferiores em pelo menos 10 por cento em relação ao continente.

“O governo e o Partido Socialista já não enganam ninguém nesta matéria. Mesmo que, pela calada da noite, baixem o preço da gasolina em dois cêntimos – como aconteceu hoje –, ainda continuam em dívida com os açorianos. Falta baixar 14 cêntimos. Parem de ir ao bolso dos açorianos”, afirmou o deputado social-democrata João Bruto da Costa, na Assembleia Legislativa dos Açores.

O parlamentar do PSD/Açores, que falava no debate do Orçamento para 2019, lamentou que o Partido Socialista tenha chumbado a proposta dos social-democratas que permitiria aos açorianos “pagar menos 14 cêntimos na gasolina e menos nove cêntimos no gasóleo”.

João Bruto da Costa salientou que o Partido Socialista prefere que o governo regional “continua a lucrar ilegalmente com os combustíveis demasiado caros”, enquanto que a proposta do PSD/Açores garantiria aos açorianos “terem gasolina e gasóleo mais baratos”.

“O Partido Socialista, que há dez anos se gabava, neste parlamento, pelo facto dos Açores terem os combustíveis mais baratos da Europa, é o mesmo Partido Socialista que hoje impõe aos açorianos uma austeridade encapotada em cada litro de gasolina ou gasóleo”, disse o deputado social-democrata.

Partilha

Notícias relacionadas