Pub

Em visita à Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo, onde foram recebidos pelo respetivo Provedor Bento Barcelos, os candidatos do Partido Socialista tiveram a oportunidade de ouvir as necessidades daquela instituição, e da União das Misericórdias dos Açores, e de apresentar as suas propostas para o setor.

Constata-se a necessidade de manter e aprofundar a relação de cooperação entre o Município e as três misericórdias sediadas no concelho, particularmente face às dificuldades que resultaram da adaptação das suas estruturas às exigências resultantes da pandemia. Nessa matéria os candidatos manifestaram a sua total disponibilidade para cooperarem com aquelas entidades e para atenderem às suas necessidades.

No caso da Santa Casa da Misericórdia de Angra, os candidatos puderam comprovar o bom andamento do processo de reconstrução da Igreja das Concepcionistas, obra financiada pelo Município, tendo sido informados que se encontra em andamento o processo de cooperação com o Governo Regional que permitirá a recuperação do claustro do antigo convento e a adaptação das estruturas anexas para a criação de uma valência de apoio às pessoas atingidas por demência. Com as obras em curso e previstas ficará resolvida uma das principais situações de ruína resultantes do grande sismo de 1980 que ainda persistem na cidade. Sobre esta matéria, Álamo Meneses congratulou-se com o bom andamento das obras e declarou que «o processo de reconstrução deste histórico imóvel, a par do referente à igreja de Santo António dos Capuchos, do Livramento, cujo processo está adiantado, era um dos desígnios do mandato que agora termina». Ambas as obras ficarão concluídas nos próximos dois anos.

Outra matéria analisada foi o funcionamento da Escola Profissional da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo, instituição de grande relevo no campo da formação profissional no Concelho e na ilha. Sobre esta questão, informou que pretende alargar a rede de minibus até São Carlos, facilitando ao acesso àquele estabelecimento e melhorando a acessibilidade ao centro da cidade aos moradores daquela parte da freguesia de São Pedro. Segundo o candidato, «a carreira cujo término se encontra agora na Silveira, ou um novo circuito que venha a ser criado, pode ser facilmente alargada até à Canada do Célis, servindo a população local, a Escola Profissional e a Escola Básica e Secundária Tomás Borba».

Pub

A cooperação com as instituições particulares de solidariedade social é um dos eixos relevantes do manifesto apresentado pela candidatura do Partido Socialista, contendo entre as medidas propostas: (1) a articulação com as instituições da área social, com as escolas profissionais, com as associações empresariais e com as juntas de freguesia, criar mecanismo de apoio direto aos jovens e a adultos desempregados que estejam em procura ativa de emprego; (2) manter e reforçar a rede de apoio social em parceria com as instituições de solidariedade social com ação no concelho, colaborando nas suas atividades e na manutenção das suas estruturas e equipamentos; (3) implementar um programa, em parceria com as juntas de freguesia e as instituições de solidariedade social, destinado a apoiar os idosos, pessoas com mobilidade condicionada ou portadoras de deficiência residentes no concelho que, por falta de meios económicos ou rede de suporte, se veem impedidos de aceder aos serviços públicos ou privados ou aos bens necessários para assegurar o limiar mínimo de qualidade de vida; (4) reforçar a colaboração com as instituições que operam creches e jardins-de-infância no concelho, incentivando a extensão da sua oferta às zonas rurais em que haja número significativo de crianças; (5) criar ou apoiar, em colaboração com as IPSS concelhias, uma instituição que articule, no mesmo espaço e em determinadas condições, um centro de dia para cidadãos séniores e uma creche e jardim de infância, como experiência-piloto para fomentar a comunicação intergeracional e promover o sentido de utilidade social dos cidadãos séniores quereúnam as condições adequadas; e (6) para além dos programas que a autarquia já mantém, apoiar a realização de campos de férias temáticos para crianças e jovens nos períodos de interrupção letiva com o intuito de contribuir para a saudável ocupação dos tempos livres dos jovens.

Pub