PUB

O PS/Açores solicitou esclarecimentos ao Governo Regional sobre a certificação da única aeronave que assegura as ligações com o Corvo, alertando para “cancelamentos e atrasos” na operação para a ilha mais pequena do arquipélago, anunciou hoje o partido

Numa nota de imprensa, o partido adianta que o deputado do PS/Açores, eleito pela ilha do Corvo, Lubélio Mendonça, enviou na sexta-feira um requerimento ao parlamento açoriano no qual questiona o Governo Regional sobre o processo de certificação do avião DashQ-200 “de modo que o mesmo possa operar na pista do aeródromo da ilha do Corvo”.

Lubélio Mendonça recorda que durante os últimos anos foram realizadas “importantes obras” pelos executivos do PS Açores na pista do aeródromo do Corvo, “no valor de mais de dois milhões de euros” e, “após estas intervenções, seguia-se o processo de certificação do avião DashQ-200”.

PUB

Segundo o deputado socialista, sem esta certificação, compete ao comandante da aeronave a decisão da realização da operação, quando a pista está molhada, “uma vez que não estão cumpridas todas as regras internacionais exigidas para a realização da operação”.

“No arquipélago dos Açores, em quase todas as estações se verificam condições de precipitação, o que condiciona em muito a acessibilidade ao Corvo, em especial no inverno, em que não se realizam voos em todos os dias da semana”, aponta.

O deputado, citado na nota de imprensa, revela ser “por esse mesmo motivo que se têm verificado cancelamentos e atrasos da única aeronave que realiza a operação de e para a ilha do Corvo”, sendo “o último caso registado em 13 de janeiro”.

No requerimento, Lubélio Mendonça quer saber, junto do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM), qual o motivo pelo qual a SATA, transportadora aérea regional, “ainda não procedeu à certificação da aeronave DashQ-200 que realiza a operação na ilha do Corvo” e que orientações o executivo açoriano “transmitiu, enquanto acionista maioritário, para que essa situação se garanta” e “qual a data prevista para que tal certificação se concretize”.

Pub