PUB

O PS/Açores quer ouvir na assembleia legislativa a secretária do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, para prestar “informações” sobre a revisão do Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo da região (PEMTA).

Numa nota de imprensa hoje divulgada, o grupo parlamentar do PS/Açores explica que o requerimento, “com caráter de urgência”, solicita também a audição de António Jorge Costa, do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT).

Os deputados do PS/Açores indicam que o pedido surge no seguimento do convite feito pela tutela aos deputados regionais para “darem contributos para a revisão do Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo dos Açores (PEMTA), impondo um prazo até dia 13 de janeiro para esse efeito”.

PUB

Carlos Silva, vice-presidente do grupo parlamentar do PS/Açores, considera que qualquer pronúncia dos deputados deve ter por base uma informação “atualizada e fundamentada”, sobretudo em matéria “estruturante para o futuro do Turismo da região, num calendário que se prevê vigorar até 2030”.

Segundo o parlamentar, citado na nota de imprensa, “os deputados foram informados apenas de que o Dr. António Jorge Costa, do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo, é o coordenador da revisão deste documento estratégico, desconhecendo-se objetivos, metas, metodologias e auscultação dos parceiros do setor”.

Carlos Silva recorda que, enquanto decorre este processo, este departamento está, simultaneamente, a promover pelas nove ilhas da região, ainda que de forma “tardia e pouco divulgada”, sessões públicas para a recolha de contributos para a revisão dessa estratégia.

“A verdade é que foi necessário o Partido Socialista fazer este requerimento para que o Governo desse nota pública das sessões que já ocorreram sobre este assunto, o que dá bem nota da forma pouco transparente e pouco profissional que o Governo trata assuntos desta importância”, sustenta o deputado.

“Entendemos que o Governo Regional [PSD/CDS-PP/PPM] e o Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo devem, em primeiro lugar, fornecer informação atualizada e detalhada sobre o trabalho de revisão deste documento, para que, posteriormente, os deputados se possam pronunciar de forma rigorosa e responsável”, defende.

No âmbito da revisão do PEMTA, que está a ser desenvolvido pela secretaria regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, decorrem até 13 de janeiro sessões de recolha de contributos, bem como auscultação da comunidade local, em todas as ilhas.

Numa nota publicada hoje no ‘site” oficial do Governo Regional, é referido que estas sessões coordenadas operacionalmente pelo IPDT – entidade consultora responsável pela execução técnica da revisão do PEMTA – “respondem a uma das prioridades” do plano, que é “assegurar o envolvimento e a participação ativa das empresas e da população local na definição da estratégia para o desenvolvimento do turismo nos Açores”.

Estão previstas duas sessões por ilha, sendo uma direcionada às empresas e intervenientes profissionais no setor do turismo, enquanto a segunda sessão será dirigida à população local.

Ainda de acordo com o executivo açoriano, estará igualmente disponível ‘online’ um inquérito a todos os residentes, através do qual poderão dar contributos.

Nas sessões já realizadas regista-se “a assertividade e a relevância de vários contributos”, permitindo a recolha de informação e ideias relativas à satisfação dos residentes e dos profissionais com a evolução do setor, à perceção da gestão de pontos de visitação turística e de dispersão de fluxos turísticos, à valorização territorial e à apresentação de novos projetos, ações e medidas para “o desenvolvimento da oferta turística em cada ilha” e “conjugação com a melhoria da qualidade dos residentes”, refere ainda.

Pub