PS/Açores contra modelo de transporte marítimo de mercadorias que discrimine açorianos nas diferentes ilhas

“Continuaremos a defender um modelo de transporte marítimo de mercadorias que assegure preços iguais em todas as ilhas e que garanta o regular abastecimento de todas as nove ilhas”, defendeu André Rodrigues, deputado do Grupo Parlamentar do PS/Açores, no debate em Plenário desta quinta-feira, onde o atual modelo esteve em destaque.

André Rodrigues defendeu que o setor dos transportes “é fundamental para a nossa Região, para o desenvolvimento económico e social dos Açores, para a competitividade das nossas empresas e para a melhoria da qualidade de vida de todos os Açorianos”. Sobre o atual modelo, realçou que “assegura o abastecimento, a coesão, igual preço para todas as ilhas – independentemente da dimensão e do volume de mercadorias -, que tem garantido a regularidade e a sua viabilidade”.

André Rodrigues lembrou que se tem “assistido a contínuas reformas e políticas que permitem tornar os transportes cada vez mais eficientes, mais seguros, mais regulares e que respondem às necessidades de mobilidade das pessoas e dos bens”. Nesse sentido, a proposta apresentada pelo CDS-PP – “semelhante à que foi apresentada há dois anos” – não merece acolhimento da bancada socialista.

Em resposta à oposição, André Rodrigues apontou algumas contradições: “Como é que é possível o CDS, nesta Casa, em relação ao transporte de passageiros, considerar que a continuidade territorial é, e só pode ser, assumida pelo Governo da República e em relação aos transportes de mercadorias, tem que se exercer a autonomia”.