Propostas apresentadas pela oposição vão criar discriminações entre os professores

Sónia Nicolau

“O Partido Socialista acompanha as preocupações manifestadas pelos dois sindicatos dos professores dos Açores, quanto às propostas apresentadas pelo PCP e pelo PSD, para a recuperação do tempo de serviço congelado da carreira dos docentes”, afirmou Sónia Nicolau. A deputada do Grupo Parlamentar do PS/Açores também teve oportunidade de questionar os proponentes, em relação às “discriminações” que as propostas vão criar entre os professores.

“Desde a primeira hora que temos reconhecido a justiça na reivindicação dos professores dos Açores e não deixaremos de defender a aplicação de uma solução respeitadora dos seus direitos, no entanto, apresentar propostas precipitadas não vai resolver a situação”, acrescentou a deputada, esta sexta-feira, depois de mais de três horas de audições realizadas na Comissão de Assuntos Sociais. Os deputados ouviram quer os proponentes, quer os representantes dos professores, nomeadamente o Sindicato dos Professores da Região Açores e o Sindicato Democrático dos Professores dos Açores, que tendo avaliado como positivas as propostas no plano dos princípios, ou seja, pela recuperação do tempo de serviço, vincaram diversas preocupações na substância das mesmas.

Sónia Nicolau lamentou que o PSD/Açores não tenha sido “capaz de esclarecer como pretende que o descongelamento das carreiras seja contabilizado no Orçamento da Região”. Importa recordar que nos Açores já em 2008 foi contabilizado mais de dois anos de tempo congelado entre 2005 e 2007, algo que não aconteceu na República.

Partilha