Programas de Educação Parental visam exercício da “parentalidade responsável e positiva”, afirma Andreia Cardoso

A Secretária Regional da Solidariedade Social realçou hoje, em Ponta Delgada, o contributo efetivo no fortalecimento de relações entre pais e filhos que os programas de Educação Parental proporcionam, através da melhoria dos padrões de relacionamento, “no exercício de uma parentalidade que se quer responsável e positiva”.

“As sessões de educação parental servem essencialmente para quebrar as nossas inseguranças e valorizarmos o nosso papel de pais e mães no sentido de contribuir efetivamente para o desenvolvimento dos nossos filhos de uma forma positiva”, frisou Andreia Cardoso, que falava no IX Encontro das Famílias, promovido pelo Instituto de Segurança Social dos Açores (ISSA), que decorreu no Parque Século XXI.

Este programa, que teve início em 2011, sublinhou Andreia Cardoso, “é uma das apostas fortes do Governo”, assegurando que o Executivo pretende “continuar com esta missão com os dirigentes e técnicos para, em conjunto com os pais, contribuirmos decisivamente para o desenvolvimento das crianças e dos jovens”.

A Secretária Regional da Solidariedade Social salientou que “estes programas visam dotar os pais de ferramentas para que possam ser pais e mães com outro conforto e outra tranquilidade, sabendo que estão a dar o melhor possível e tendo a hipótese de partilhar com outros pais e outras mães as dificuldades e, em conjunto, encontrarem formas de ultrapassar essas dificuldades”.

Andreia Cardoso afirmou igualmente que “ser pai e mãe hoje em dia, no século XXI, não é propriamente fácil, pois todos os dias é necessário enfrentar desafios, e o maior deles, às vezes, mais do que a vida profissional, é o exercício da parentalidade responsável e positiva”.

A Secretária Regional referiu ainda que estes programas contribuem para a promoção de um ambiente familiar seguro, que promova, não só o seu desenvolvimento e bem-estar integral, mas que traga aos pais um sentimento de maior bem-estar emocional e de satisfação com o seu papel enquanto pais.

O IX Encontro de Famílias juntou cerca de duas dezenas de grupos, que receberam os respetivos certificados, abrangendo 162 pais/figuras parentais e 172 crianças e jovens, correspondendo a grupos de formação que integraram os programas ‘Mais Família, Mais Jovem’, ‘Anos Incríveis’ e no projeto ‘Pais Mais Fortalecidos’.