Processo de regularização de técnicos superiores que desempenham funções no ISSA teve início em 2018, afirma Andreia Cardoso

dig

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou, em Angra do Heroísmo, que o Governo dos Açores já iniciou o processo de regularização dos técnicos superiores que pertencem a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e que desempenham funções no Instituto de Segurança Social dos Açores (ISSA).

“Em 2018 foram abertos 37 procedimentos concursais com vista à admissão desses funcionários no ISSA, 28 dos quais dirigidos a psicólogos e a técnicos de serviço social”, salientou Andreia Cardoso, que falava quarta-feira no final de uma audição na Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa onde prestou esclarecimentos sobre esta matéria e se pronunciou sobre o projeto de resolução que visa a integração na Administração Pública Regional destes técnicos superiores.

Entre os 28 procedimentos concursais abertos no ano passado, adiantou Andreia Cardoso, “27 já estão concluídos e possibilitaram a integração nos quadros do ISSA de técnicos que estavam abrangidos pelos protocolos existentes entre as IPSS e o Instituto”.

A Secretária Regional anunciou ainda que o Governo dos Açores tem prevista a abertura de mais 36 vagas para este ano, na sua maioria para essas áreas em concreto, nomeadamente de serviço social e de psicologia.

“Foi este o mecanismo que o Governo encontrou para permitir a regularização de um conjunto e situações que considera serem justas”, acrescentou.

Andreia Cardoso afirmou que o Governo dos Açores pretende continuar com este processo “até que todos aqueles que se encontram em situações similares e que são imprescindíveis ao exercício das funções que estão acometidas ao ISSA possam ter a sua situação regularizada”