Pub

A Divisão Policial de Ponta Delgada, por intermédio da Esquadra de Investigação Criminal, deteve um homem, de 51 anos, indiciado da prática dos crimes de resistência e coação sobre funcionário e furto qualificado ocorrido num armazém comercial localizado em Ponta Delgada.

A detenção do arguido ocorreu em período noturno, após dois agentes da PSP, que se encontravam de folga, se terem apercebido de movimentações suspeitas num armazém situado junto às respetivas residências, circunstâncias que levaram à abordagem do suspeito.

Os polícias da PSP, apercebendo-se das movimentações do arguido em pleno telhado do estabelecimento assaltado e terem verificado que o mesmo se preparava para abandonar o local na posse de objectos que tinha retirado do interior do armazém situado na freguesia de São Pedro, prontamente abordaram o suspeito, tendo este reagido violentamente contra os Agentes, de forma a escapar à ação das autoridades e consumar a prática do crime.

Na sequência da intervenção efetuada pelos polícias procedeu-se à imediata interceção e detenção do arguido, tendo sido localizados e apreendidos diversos objetos que o autor do crime já havia retirado do armazém, os quais já se encontravam na via pública em condições de serem apropriados pelo suspeito.

No decurso das diligências de investigação efetuadas pela Brigada de Serviço Permanente da PSP foi, ainda, possível recolher elementos de prova complementares que apontam para a premeditação do assalto por parte do arguido e quanto às concretas circunstâncias que envolveram a prática do crime.

De salientar que o arguido havia sido recentemente detido pela Esquadra de Investigação Criminal de Ponta Delgada por se encontrar indiciado da prática de sete crimes de idêntica natureza em apenas quatro meses, encontrando-se sujeito a rigorosa medida de coação aplicada por autoridade judiciária.

Após ter sido presente a interrogatório judicial no Tribunal de Ponta Delgada, foi aplicada ao arguido a medida de coação mais gravosa – prisão preventiva.

Pub