PUB

Dois homens ficaram em prisão preventiva por serem suspeitos de vários furtos, alguns ocorridos no interior de residências, no concelho da Ribeira Grande, em São Miguel, nos Açores, foi hoje anunciado.

Segundo um comunicado do Comando Regional da PSP, um dos homens, de 23 anos, foi detido em 16 de dezembro, no concelho da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, por ser suspeito da “autoria de diversos crimes contra a propriedade”.

A PSP adianta que o arguido já tinha sido detido, “em flagrante delito”, em novembro, pelo mesmo tipo de crime, tendo ficado na altura sujeito a “apresentações diárias obrigatórias”, o que acabou por “não cumprir” de “forma reiterada”.

PUB

De acordo com a PSP, o suspeito continuou “a atividade criminosa” para “obter objetos de origem ilícita”, que alegadamente serviram como “moeda de troca para conseguir satisfazer a sua dependência” de drogas.

O homem está, assim, “fortemente” indiciado como sendo o “principal autor de vários crimes de furto, em pelo menos 10 inquéritos crime”, revela ainda o Comando Regional da PSP.

O outro suspeito, de 40 anos, foi detido em 23 de dezembro, “em flagrante delito” por furtos ocorridos no interior de residências, na freguesia da Ribeirinha, também no concelho da Ribeira Grande.

Ainda segundo a polícia, aquele suspeito, mesmo algemado, tentou “evadir-se do interior das instalações policiais”, mas foi intercetado por polícias.

Na operação foram ainda apreendidos “vários objetos” alegadamente furtados em residências.

A PSP refere ainda que aquele homem estava “no cumprimento de pena suspensa” e ficou agora com “a medida de coação de prisão preventiva”.

Pub