Primeiro ‘trail’ da Terceira passa pela única cratera vulcânica visitável do mundo

A ilha Terceira terá em 28 de março a sua primeira prova de ‘trail run’ da ilha, que irá passar pelo Algar do Carvão, a “única cratera visitável pelo ser humano”, sublinhou hoje a organização.

Em declarações à agência Lusa, o diretor técnico do Azores Bravos Trail, Ricardo Matias, descreveu o percurso como um “misto de vários pisos e de várias experiências”, com passagens por “matas densas”, por “paisagens fascinantes” e pela “orla costeira da Serreta”.

Para o organizador, a passagem pela “única cratera vulcânica visitável” do mundo é a “cereja no topo do bolo” no percurso da competição.

“A cereja no topo do bolo foi quando conseguimos estabelecer parceria com a associação dos montanheiros para que a prova dos 55 quilómetros pudesse entrar na única cratera vulcânica visitável pelo ser humano: o algar do carvão”, afirmou.

O Azores Bravos Trail é composto por duas provas, uma de 55 e outra de 30 quilómetros, ambas a realizar a 28 de março, passando por percursos que até para os locais “serão uma novidade” porque “não fazem parte de trilhos marcados”.

No dia antes da competição, a 27, existirá uma receção aos atletas e no dia 29 irá decorrer uma “caminhada de recuperação” pelo centro histórico de Angra do Heroísmo, com visitas aos “edifícios mais emblemáticos” da cidade.

“Lançamos a primeira edição do Azores Bravos Trail, como forma de iniciar a pratica do trail na ilha Terceira e, em simultâneo, promover a ilha, as paisagens, os nossos produtos e promover o que temos de melhor para oferecer a quem nos visita”, assinala.

O evento vai colmatar uma “forte lacuna”, uma vez que a Terceira era a “única ilha dos Açores” onde “não ocorreu nenhum evento de ‘trail’ com dimensão”, aponta Ricardo Matias.

“Existia essa forte lacuna aqui na ilha. Nunca houve uma entidade que tomasse as rédeas deste processo e como tal a Associação de Atletismo associou-se aos municípios para unir esforços e trabalharmos todos em simultâneo para que a prova pudesse ocorrer”, destaca.

Segundo o organizador, esta primeira edição está a ser “trabalhada” a pensar em futuras edições.

“Estamos preocupados em ter uma boa participação e uma excelente organização para que, no futuro, possamos colher frutos ainda maiores”, assinala.

Neste momento, a mais de dois meses da realização do evento, já há 150 inscritos, mas a organização diz estar preparada para receber 500 participantes, até porque as inscrições estão abertas, podendo ser efetuadas na página da internet da prova.

A organização do Azores Bravos Trail é da responsabilidade da Associação de Atletismo da ilha Terceira e conta com o apoio dos municípios de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória.

O ‘trail running’ é uma modalidade desportiva de corrida pedestre em diferentes ambientes da natureza (como a serra e a montanha, por exemplo), onde o percurso pavimento ou alcatroado não deve exceder os 10% do circuito total.