Primeiro-ministro quer celebrar na Califórnia Portugal tecnológico e da ciência

O primeiro-ministro afirmou na segunda-feira, durante um encontro com a comunidade portuguesa de São José, que um dos objetivos da sua visita à Califórnia é celebrar o Portugal do futuro com novas parcerias tecnológicas e na ciência.

António Costa falava no final de um jantar com centenas de portugueses e de lusodescendentes em que condecorou, em nome do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o congressista federal republicano David Valadão, o pintor Mel Ramos e a funcionária consular Júlia Fu Chim.

“Não celebramos neste mês de Portugal nos Estados Unidos apenas o passado, mas também o futuro, em especial aqui na Califórnia. Parte importante da inovação tecnológica, que serve de base às nossas economias e às sociedades modernas, encontrou neste Estado o seu berço. Portugal quer fazer parte desse futuro partilhado e estamos já a colaborar com empresas e organizações com sede na Califórnia”, declarou o líder do executivo no seu discurso.

Neste contexto, António Costa disse que uma das metas centrais da sua visita aos Estados Unidos passa precisamente “por aprofundar e diversificar as parcerias” de Portugal com essas empresas e organizações norte-americanas.

“Nos próximos dias manterei um extenso programa de contactos, naturalmente com a comunidade portuguesa, mas também com as entidades oficiais, com instituições académicas e científicas, assim como com o setor empresarial”, especificou o primeiro-ministro.