Primeiro-ministro espanhol anuncia na sexta-feira se convoca ou não eleições

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez, anunciará na sexta-feira após a reunião do Conselho de Ministros a sua decisão de convocar ou não eleições antecipadas, segundo fontes do Palácio da Moncloa.

A decisão de Sanchez será conhecida dois dias depois de a proposta de Orçamento Geral do Estado espanhol para 2019 ter sido rejeitada no Congresso dos Deputados (câmara baixa do parlamento) com os votos da ERC (Esquerda Republicana de Catalunha) e do PDeCAT (Partido Democrático Europeu da Catalunha), que se juntaram ao PP (Partido Popular, direita), Cidadãos (direita liberal), Foro Asturias (regionalista) e Coligação Canárias (regionalista).

O orçamento foi chumbado com 191 a favor, 158 contra e uma abstenção.