PUB

O presidente do parlamento dos Açores manifestou hoje profundo pesar pelo falecimento do antigo líder do CDS-PP/Açores, que morreu no domingo aos 72 anos, considerando que Alvarino Pinheiro foi “uma referência da política da Autonomia regional”.

Numa nota da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia sublinha que o antigo parlamentar e vice-presidente da mesa do parlamento açoriano foi “uma referência da política da Autonomia regional, que muito fez para a valorizar e aprofundar, enquanto deputado e cidadão participativo”.

O presidente da Assembleia Legislativa Regional dirige à família de Alvarino Pinheiro “as mais sinceras condolências e solidariedade”, extensivas à sua família política do CDS-PP/Açores.

PUB

Alvarino Pinheiro foi agraciado com a Insígnia Autonómica de Reconhecimento, atribuída em 2007 pela Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e pelo Governo Regional dos Açores, pelo seu serviço de dedicação aos Açores e à Autonomia regional.

Nascido a 22 de abril de 1950 na freguesia de Santa Cruz, no concelho da Praia da Vitória, na ilha Terceira, Alvarino Pinheiro foi um dos fundadores do PSD-Açores, mas acabou por entrar em rota de colisão com Mota Amaral, aderindo posteriormente ao CDS-PP, partido que veio a liderar durante vários anos após a sua adesão em 1992, até abandonar a política ativa.

Foi dirigente regional e de ilha do PSD/Açores, de 1975 a 1983, aderiu ao CDS em 1992, tendo exercido as funções de presidente da Comissão Diretiva Regional do CDS/PP Açores desde 1996, presidente da Comissão Política Regional do CDS/PP Açores desde 1998, e presidente da Comissão Política da Ilha Terceira do CDS/PP desde 1993.

Alvarino Pinheiro foi ainda membro da Comissão Executiva Nacional do CDS/PP desde 1999, membro da Comissão Política Nacional do CDS/PP desde 1998 e conselheiro nacional do CDS/PP desde 1992, tendo exercido funções de vice – presidente do Congresso Nacional do CDS/PP desde setembro de 2003.

Foi deputado à Assembleia Legislativa Regional dos Açores desde 1976, da qual foi vice-presidente e presidente do grupo parlamentar do CDS-PP, professor e consultor económico e financeiro.

Pub