“Esta aposta de fomentar as exportações e diminuir as importações tem sido uma das grandes apostas do Governo Regional”, declarou Vasco Cordeiro, falando aos jornalistas durante uma visita à feira agroalimentar SISAB, que decorre entre esta segunda-feira e quarta-feira em Lisboa.

Vasco Cordeiro diz ter dados que indicam que as exportações de produtos açorianos aumentaram mais de 8,5% em 2017 para países fora de Portugal, ao passo que as importações diminuíram cerca de 9%, e feiras como o SISAB são fundamentais para este “trabalho de presença e afirmação” dos Açores e dos seus empresários.

O chefe do executivo açoriano falou com os diversos empresários da região presentes na feira, aproveitando para saborear produtos como queijos ou enchidos.

Cerca de três dezenas de empresas dos Açores estão presentes na edição desde ano do Salão Internacional do Setor Alimentar e Bebidas – SISAB, que arrancou hoje em Lisboa.

De acordo com indicações do Governo Regional açoriano, a participação da região na feira “integra-se na estratégia de incremento de exportações de produtos e serviços regionais desenvolvida” no arquipélago.

“Esta estratégia contempla múltiplas iniciativas e diversos apoios às empresas, designadamente participação em feiras, atividades promocionais e organização de missões empresariais, com o objetivo de promover a notoriedade externa da região e, em particular, das empresas e produtos ‘Marca Açores’, potenciando novos negócios”, prossegue nota do Governo Regional.

Entre as empresas que se encontram na feira de Lisboa há, por exemplo, companhias ligadas ao setor dos lacticínios, às conservas, licores, chá, ananás ou carne e enchidos.

O SISAB é tido como a maior plataforma de negócios na fileira agroalimentar, juntando no mesmo espaço mais de 500 produtores que recebem a visita de compradores internacionais oriundos de mais de 100 países.