Presidente do BCE saúda proposta de Merkel e Macron para orçamento do euro

O presidente do Banco Central Europeu (BCE) saudou hoje a proposta conjunta dos governos francês e alemão para uma reforma da zona euro que passe por um orçamento comum e a criação de uma versão europeia do FMI.

“O documento recente produzido por França e pela Alemanha deve ser saudado, porque é um passo importante na direção [do aprofundamento da união monetária] e porque surge numa situação política muito difícil”, afirmou hoje Mario Draghi, na sessão de encerramento da quinta edição do Fórum do BCE, que decorreu em Sintra.

Para o presidente do BCE, este acordo é importante também porque é a primeira vez que o acordo parte de governos e não da Comissão Europeia.