Fonte: https://cdn.pixabay.com/photo
Pub

Apesar de os Açores serem uma das regiões onde o desemprego não aumentou, poupar continua a ser essencial. A realidade é que não sabemos quando a economia regional pode cair, portanto estarmos preparados é importante.

Hoje é dessa poupança que vamos falar. Seguem-se 5 dicas para implementar hoje mesmo e que o vão ajudar a poupar alguns euros ao final do mês.

Dicas para começar a poupar ainda hoje

1. Antes de tudo, faça um orçamento e organize-se!

Ninguém consegue poupar se não souber o que ganha, o que gasta e onde gasta. Esta informação é essencial, não só para organizar as suas finanças mas também para ganhar consciência do dinheiro gasto.

Por vezes, após fazer o seu orçamento, pode perceber que está a gastar mais dinheiro em cafés ou supermercados – por exemplo – do que imaginava. Ganhar consciência de cada cêntimo ganho e gasto é importante e realmente vai ajudá-lo a poupar a longo prazo.

Esse orçamento pode ser feito numa folha de Excel ou usando uma das muitas ferramentas disponíveis.

2. Pague as suas dívidas – negociar é opção

As dívidas tendem a acumular juros, o que significa perder dinheiro ao final do mês. Neste caso, comece por analisar quais os pagamentos em atraso e, desses, quais os que têm juros mais elevados. Os pagamentos com juros mais altos devem ser a sua primeira preocupação.

Se for necessário, entre em contacto com a instituição para negociar a dívida, por exemplo optando por um crédito consolidado. Dessa forma conseguirá poupar em juros e fazer pagamento mais baixos mensalmente.

3. Corte gastos desnecessários

Conhece os seus gastos? Se sim, faça uma análise crítica e descubra onde pode cortar ou diminuir o valor gasto.

Pode, por exemplo, tentar diminuir na fatura de telecomunicações. Faça uma comparação entre os diferentes planos de TV, Net e Voz no Comparamais e escolha um que seja mais barato e continue a preencher as suas necessidades.

Essa comparação deve ir além das telecomunicações, já que também pode comparar os preços de energia e de produtos financeiros.

4. Compre de forma inteligente

Esta é uma dica para compras de supermercado, mas também de lazer.

No caso do supermercado, faça uma lista de compras antes de se dirigir ao estabelecimento, experimente novas marcas – principalmente mais baratas – e evite ir às compras com fome. Para fazer uma lista de compras que o ajude a poupar, aconselhamo-lo a planear as refeições da semana e adicionar os produtos que necessita à lista.

A nível de lazer, o melhor conselho que podemos dar é o famoso “não comprar de forma impulsiva”. Espere uns dias e, se ainda fizer sentido, finalize a compra.

Não se esqueça, sempre que possível, de comprar produtos em promoção e usar cupões de desconto.

5. Torne-se mais consciente

Além de comprar de forma inteligente, ser mais consciente nos gastos também o vai ajudar a poupar alguns euros ao final do mês.

A nível de energia, apague as luzes e aproveite a iluminação natural sempre que possível, use lâmpadas económicas, organize a lavagem de roupa para horários noturnos (nas tarifas bi-horárias) e compre ou substitua para eletrodomésticos mais económicos.

Já a nível de poupança na fatura da água, feche as torneiras, conheça bem os programas da sua máquina de lavar roupa, aprenda um pouco mais sobre como pode reaproveitar água e verifique se existe algum problema em casa (por exemplo, torneiras a pingar) que possa estar a custar uns euros extra na fatura da água.

Tomar consciência destes comportamentos fará toda a diferença nas suas finanças, e, claro, nas suas poupanças.

Lembre-se: em momentos de incerteza, poupar é essencial! Faça o seu orçamento, conheça os seus gastos, compare sempre que possível e tome decisões que o ajudem a poupar.

Pub