Portugal colocou 1.750ME em dívida com juros a subir a 6 meses e a descer a 12 meses

Portugal colocou hoje 1.750 milhões de euros, montante máximo anunciado, em Bilhetes do Tesouro a taxas de juro negativas, mas a subirem a seis meses e a descerem a 12 meses face aos anteriores leilões comparáveis, foi anunciado.

Depois de terem atingido o mínimo de sempre em 17 de janeiro último, as taxas de juro médias dos Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses já tinham subido em 21 de março e 16 de maio, anteriores leilões comparáveis.

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na agência Bloomberg, a 12 meses foram colocados 1.350 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) à taxa de juro média de -0,280%, de novo negativa e inferior à registada em 16 de maio, quando foram colocados 1.250 milhões de euros a -0,271%.