Portugal tem 290 surtos ativos, a maioria na região Norte – ministra

Portugal tem 290 surtos ativos de covid-19, a maioria na região Norte, com o índice médio de contágio a fixar-se em 1,15 na semana passada, indicou hoje a ministra da Saúde, Marta Temido.

A titular da pasta da saúde falava na habitual conferência de imprensa da Direção-Geral da Saúde, em Lisboa, para balanço da situação epidemiológica da covid-19 no país.

Dos 290 surtos de infeção ativos, 146 situam-se na região Norte, 95 em Lisboa e Vale do Tejo, 20 no Centro, 17 na Região Autónoma dos Açores e 11 no Alentejo.

De acordo com estimativas do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, citadas pela ministra, o indicador médio do valor Rt (índice de transmissão) situava-se, entre 07 e 11 de setembro, em 1,15, traduzindo-se em 623 novos casos de infeção por dia.

No mesmo período, o índice de transmissão mais elevado esteve na região do Alentejo (1,53) e o mais baixo no Algarve (1,1).

Nos últimos sete dias, a taxa de incidência de covid-19 esteve nos 39,7 casos por cem mil habitantes, enquanto nos últimos 14 dias foi de 68 casos/100 mil habitantes.

A pandemia da covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.878 pessoas dos 65.626 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus (tipo de vírus) detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China, que se disseminou rapidamente pelo mundo.