Portugal campeão da Europa pela primeira vez

Portugal conquistou pela primeira vez o título de campeão europeu de futsal, em Ljubljana, ao vencer a Espanha por 3-2, após prolongamento na final do Europeu, com um golo de Bruno Coelho, de livre direto.

Ricardinho, logo no primeiro minuto, deu vantagem à equipa das ‘quinas’, reforçando o estatuto de melhor marcador em fases finais, com o seu 22.º golo, Tolrá, aos 19 minutos, e Lin, aos 32, assinaram os tentos da seleção espanhola, mas Bruno Coelho, aos 39, empatou.

No prolongamento, Bruno Coelho ‘bisou’, na conversão de um livre direto, no último minuto, assegurando o primeiro título de Portugal, que tinha como melhor desempenho na prova o segundo lugar, em 2010, quando perdeu o jogo decisivo frente à Espanha, por 4-2, na Hungria.

Ricardinho eleito o melhor jogador da competição

O capitão da seleção portuguesa de futsal, Ricardinho, foi hoje eleito o melhor jogador do Europeu de 2018, após a vitória lusa frente à Espanha na final, por 3-2, após prolongamento, juntando este título ao de melhor marcador.

O ala dos espanhóis do Inter Movistar deu vantagem a Portugal na final, logo no primeiro minuto, aumentando para 22 o registo recorde de golos em fases finais, com o sétimo na edição de 2018.

O melhor jogador do mundo em 2010, 2014, 2015, 2016 e 2017 tornou-se no primeiro português a receber este troféu, após o encontro decisivo, no qual foi substituído devido a lesão.

Portugal conquistou pela primeira vez o título de campeão europeu de futsal, em Ljubljana, ao vencer a Espanha por 3-2, após prolongamento, com um golo de Bruno Coelho, de livre direto, aos 50 minutos.

No tempo regulamentar, Ricardinho, logo no primeiro minuto, tinha dado vantagem à equipa das ‘quinas’, Tolrá, aos 19 minutos, e Lin, aos 32, marcado para a seleção espanhola, e Bruno Coelho relegado o encontro para o prolongamento, aos 39.

No último minuto do prolongamento, Bruno Coelho ‘bisou’, na conversão de um livre direto, assegurando o primeiro título de Portugal, que tinha como melhor desempenho na prova o segundo lugar, em 2010, quando perdeu o jogo decisivo frente à Espanha, por 4-2, na Hungria.

Primeiro-ministro diz que Portugal merece título de campeão europeu

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou hoje a equipa portuguesa pela conquista do título de campeão europeu de futsal, sublinhando que é um triunfo merecido.

“Portugal é Campeão Europeu de Futsal! Parabéns”, escreveu António Costa no Twitter.

No ‘tweet’, publicado minutos depois do final do jogo contra a Espanha, que decorreu em Ljubljana, António Costa acrescentou ainda: “Merecem este título. Viva Portugal!”.

Portugal conquistou esta noite pela primeira vez o título de campeão europeu de futsal ao vencer a Espanha por 3-2, após prolongamento na final do Europeu, com um golo de Bruno Coelho, de livre direto.

Ricardinho, logo no primeiro minuto, deu vantagem à equipa das ‘quinas’, reforçando o estatuto de melhor marcador em fases finais, com o seu 22.º golo, Tolrá, aos 19 minutos, e Lin, aos 32, assinaram os tentos da seleção espanhola, mas Bruno Coelho, aos 39, empatou.

No prolongamento, Bruno Coelho ‘bisou’, na conversão de um livre direto, no último minuto, assegurando o primeiro título de Portugal, que tinha como melhor desempenho na prova o segundo lugar, em 2010, quando perdeu o jogo decisivo frente à Espanha, por 4-2, na Hungria.

Presidente da República enaltece “prestação ímpar” que “enche de orgulho” o país

O Presidente da República felicitou hoje a seleção portuguesa de futsal pela conquista do título de campeão europeu, enaltecendo a “prestação ímpar” da equipa que “enche de orgulho” todos os portugueses.

“Mais uma vez os portugueses demonstraram que quando são bons são os melhores. A prestação ímpar dos nossos compatriotas provou as qualidades e o mérito destes atletas que conquistaram pela primeira vez o Campeonato da Europa de Futsal, feito que enche de alegria e orgulho o Presidente da República e todos os portugueses”, lê-se numa nota divulgada no ‘site’ da Presidência da República.

Na nota é ainda referido que o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, receberá em Belém “os mais recentes Campeões da Europa após o regresso a Lisboa”.

Governo enaltece “trabalho, talento e muita magia” de Portugal

O Governo felicitou hoje a seleção portuguesa de futsal pela inédita conquista do título de campeão europeu, ao vencer na final a Espanha por 3-2, após prolongamento, destacando o “trabalho, talento e muita magia” da equipa das ‘quinas’.

“Trabalho, talento e muita magia levaram a equipa nacional a um percurso brilhante que culminou hoje nesta vitória que tanto orgulha os portugueses. Esta conquista junta-se a tantas outras que o desporto nacional tem alcançado, provando a elevada qualidade dos nossos atletas, treinadores, clubes e seleções nacionais”, lê-se na nota conjunta do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e do secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, enviada à agência Lusa.

Bruno Coelho, aos 50 minutos, na conversão de um livre direto, selou o triunfo luso, depois de já ter levado o encontro para o prolongamento, aos 39. Antes, Ricardinho, logo no primeiro minuto, tinha dado vantagem à equipa das ‘quinas’, enquanto Tolrá, aos minutos, e Lin, aos 32, assinaram os tentos da formação espanhola.

Os governantes realçaram ainda que o troféu se junta “a um destacado currículo da Federação Portuguesa de Futebol, com a conquista do Euro2016 ainda tão presente na memória dos portugueses”.

Com o título hoje conquistado em Ljubljana, na Eslovénia, Portugal repete o feito da Espanha, que em 2008 e 2014 juntou o cetro do futsal ao futebol.

Selecionador Jorge Braz renova até 2020 após conquista de título europeu de futsal

O selecionador português de futsal, Jorge Braz, renovou o contrato até 2020, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), um dia depois de Portugal conquistar o Europeu da modalidade.

De acordo com a FPF, a decisão de renovar com Jorge Braz até ao Mundial de 2020 foi tomada na sexta-feira, no dia seguinte à qualificação de Portugal para a final do Europeu, com um triunfo sobre a Rússia, por 3-2.

Citado na página oficial da FPF, Jorge Braz disse estar “muito satisfeito” com a renovação e que “esta continuidade é o reconhecimento de todo um trabalho desenvolvido ao longo de alguns anos”.

Notícias relacionadas