Ponta Delgada entrega 2000 livros a bibliotecas escolares

A Câmara Municipal de Ponta Delgada procedeu à entrega de mais de 1800 livros à Rede de Bibliotecas Escolares do 1º Ciclo do Ensino Básico de Ponta Delgada.

A entrega é relativa ao ano letivo 2017/2018, e surge na sequência da criação da rede, em 2014, envolvendo, para além do 1º Ciclo, o ensino Pré-Escolar.

O Presidente afirmou que esta parceria com as escolas reflete a visão do Executivo Camarário que vê na Educação “a essência do presente e do futuro”, bem como a postura de quem faz do seu compromisso político um dever de cidadania, com vista à constituição de uma sociedade mais competente.

Para o Presidente, só se pode transformar uma sociedade e uma comunidade educativa mais capaz, mais competente no presente e no futuro “atribuindo meios, criando motivação, assegurando competências em parceria entre as diferentes instituições”.

Apesar da componente pedagógica e educativa das escolas não ser da responsabilidade direta da Câmara Municipal de Ponta Delgada (as Câmara tem competências ao nível da reparação e ampliação das Escolas do 1º Ciclo), a autarquia tem dado primazia à Educação, através da promoção de vários projetos pedagógicos, como a disponibilização de livros.

Os livros, que integram o Plano Nacional de Leitura, foram entregues às 5 escolas Básicas Integradas que fazem parte da Rede de Bibliotecas Escolares: Arrifes, Canto da Maia, Capelas, Ginetes e Roberto Ivens.

Este ano, foram na sua maioria destinados às crianças do ensino Pré-Escolar, sendo que os alunos do 1.º ao 4.º ano também foram contemplados.

O Presidente, num discurso dirigido aos alunos, desafiou ao gosto pela leitura de livros, frisando a sua importância na aquisição de princípios, valores e referências para a vida adulta.

Isto sem descurar a importância da atualidade e da leitura de jornais. Neste contexto, a autarquia pontadelgadense faz chegar diariamente a todas as escolas públicas do concelho – do 1.º Ciclo ao Secundário – os jornais Açoriano Oriental e Correio dos Açores e pretende, a partir do próximo ano letivo, disponibilizar também o Diário dos Açores.

Esta é uma forma de, através da disponibilização de informação, criar condições para a construção de massa crítica nos alunos, mantendo-os a par do que se passa no meio envolvente, com resultados esperados aos níveis de conhecimentos de cultura geral e participação cívica.

A Câmara Municipal também proporciona aos alunos o acesso ao programa Ciência Divertida, numa parceria com a Tetrapi, entre outras iniciativas.

Paralelamente, a Câmara Municipal de Ponta Delgada, que tutela mais de 50 edifícios escolares do concelho, intervém nas respetivas instalações e equipamentos, contribuindo para o desenvolvimento do ensino e melhoria da aprendizagem das crianças.

Seguindo a sua política de “portas abertas”, José Manuel Bolieiro reiterou, na cerimónia de entrega dos livros ontem nos Paços do Concelho, a disponibilidade da Câmara para ouvir as sugestões das escolas para, de dentro das suas possibilidades, implementar políticas que vão ao encontro das necessidades e expectativas da comunidade educativa.