Ponta Delgada é a capital internacional do futebol jovem

Ponta Delgada é palco nos dias 18, 19 e 20 de abril do 13th International Football Tournament – Azores U11/Uma homenagem a Gualter Manuel Jácome Correia da Costa, promovido pelo Clube União Micaelense, com o apoio financeiro e logístico da Câmara Municipal.

José Manuel Bolieiro, que falava esta manhã na Conferência de Imprensa de apresentação do evento, destacou a dimensão social do torneio e a importância do desporto e do futebol de formação na “formação psicológica, emocional, educativa, cívica e solidária das crianças e jovens”.

O edil destacou, em nome de Ponta Delgada e dos Açores, “o prestígio e a dimensão  internacional” do evento que, no próximo semana, fará de Ponta Delgada “a capital internacional, europeia, da macaronésia, da prática desportiva, do futebol de formação, do apelo ao fair-play, da cidadania e da atuação solidária”.

Congratulou-se com a  capacidade organizativa e de mobilização do torneio que este ano traz ao renovado e de elevada qualidade relvado do Campo Municipal Jácome Correia vinte equipas, cinco das quais estrangeiras (Holanda, Alemanha, Cabo Verde, Bermuda e EUA), num total de 400 participantes, a que se juntam 600 acompanhantes.

O Presidente do Município enalteceu a iniciativa do Clube União Micaelense, presidido por Manuel Arruda, de “reconhecer o mérito de quem deu de si para beneficio coletivo do clube e da sociedade em geral”. O  13th International Football Tournament – Azores U11 tem como patrono Gualter Manuel Jácome Correia da Costa que, ao longo de décadas, tem ocupado diversos cargos no clube de Ponta Delgada e é, afirmou o filho, “símbolo vivo do União Micaelense”.

Deixou, também, uma palavra de apreço ao Diretor do Clube, Arsénio Furtado.

Este ano, os troféus foram concebidos em criptoméria, o que mereceu o elogio de Bolieiro. “São verdadeiras peças de arte. Individualizadas para cada torneio, e com referência às nossas tradições e às nossas qualidades endógenas”, valorizou, enaltecendo, também, o facto de o clube fundado a 7 de maio de 1911 premiar o fair-play.

“O Município apoia e acompanha a realização deste e de outros torneios porque reconhece que efetivamente os deveres das políticas públicas são de acompanhar as suas iniciativas municipais vindo de índole privada, cívica, e de toda a espécie”, defendeu.

Manuel Arruda, Presidente do Clube União Micaelense, expressou o seu orgulho pelo evento, organizado pela “prata da casa” e pelo “prestígio” que o mesmo tem vindo a registar e com benefícios para Ponta Delgada e para a Região Autónoma dos Açores.

O dirigente agradeceu o apoio da Câmara Municipal de Ponta Delgada, que se fez representar na apresentação do evento pelo Presidente, José Manuel Bolieiro, e pelo Vereador do desporto, Pedro Furtado.

Congratulou-se com o facto de o clube ter assegurado a participação de uma equipa de Cabo Verde, que, fruto da ação solidária, irá levar de São Miguel “muito equipamento desportivo e escolar”.

Este ano, anunciou Arsénio Furtado, o torneio conta com algumas inovações tecnológicas e alterações regulamentares.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial