Ponta Delgada assinala centenário do primeiro voo nos Açores com cerimónia evocativa e sessão de cinema

A Câmara de Ponta Delgada, conjuntamente com o Consulado dos Estados Unidos da América nos Açores e com o Comando Operacional dos Açores, vai assinalar o centenário do primeiro voo no arquipélago, enquadrado na estratégia aliada e americana para a proteção dos navios que atravessavam o Atlântico, durante a I Guerra Mundial.

A cerimónia evocativa terá lugar, como já foi anunciado, a 16 de fevereiro, pelas 10h30, no Alto da Mãe de Deus, registando, após 100 anos, a data em que se fez história nos Açores ao se realizar o primeiro voo de avião nas ilhas.

A chegada da aviação aos Açores decorreu do facto de os EUA estabelecerem, entre 1917 e 1919, o Azores Detachment of the U.S. Atlantic Fleet, em Ponta Delgada. Conforme explica o historiador Sérgio Rezendes, “os navios e submarinos da US Navy passaram a patrulhar o mar dos Açores, preparando-se para defender o porto (uma missão para o US Marine Corps), destacando-se, em janeiro de 1918, uma unidade aérea para patrulha marítima, a 1st Marine Aeronautic Company”.

O historiador acrescenta que foi num sábado, exatamente a 16 de fevereiro de 1918, que se realizou o primeiro voo, sendo que “uma multidão apinhou-se nas ruas, nas docas, no paredão e nos telhados, sendo decretado feriado municipal. Lançaram-se três aparelhos que realizaram dez voos, saldando-se o evento por um grande sucesso”.

Passado um século, Ponta Delgada assinala a data, que se insere nas Comemorações dos 100 anos do Armistício da I Guerra Mundial.

Entretanto, e também no âmbito das referidas comemorações, o Museu Militar dos Açores, em parceria com a Câmara Municipal, vai promover sexta-feira, 16 de fevereiro, às 21h00, uma sessão de Cinema de Arquivo, no forte de São Brás.

Aberta ao público em geral, esta iniciativa tem como objetivo promover o conhecimento de cidades marítimas, como Ponta Delgada, por exemplo, não apenas no contexto de guerra como pelo facto destas albergarem unidades militares aeronavais no seu território.

Para tornar possível esta sessão de cinema, realizou-se uma recolha de imagens em arquivos alemães, americanos e britânicos que, de alguma forma, contribuem para melhor conhecer um momento particular da História dos Açores em geral e de Ponta delgada em particular.

Será realizado, ainda. um breve esclarecimento, a que se seguirá, no final da sessão, uma mesa redonda evocativa à efeméride.