PUB

“Ano após ano, os Planos e Orçamentos têm permitido a concretização dos compromissos assumidos com São Jorge. Para o próximo ano, os cerca de 55 Milhões de Euros de investimento previstos para São Jorge, garantem-nos que vamos chegar a outubro de 2020 com os compromissos assumidos com os jorgenses concretizados e implementados”, adiantou André Rodrigues.

O deputado do Grupo Parlamentar do PS/Açores realçou a importância da aprovação do Plano e Orçamento dos Açores para 2020: “Estamos a falar de uma legislatura que teve boas execuções e, que permitiu que a ilha de São Jorge tivesse investimentos estruturantes e importantes para o seu futuro, em quase todos os setores de atividade, desde a agricultura, as pescas, educação, solidariedade social, saúde, energia e ambiente”.

André Rodrigues referiu a transversalidade dos investimentos que foram feitos: “Todos os investimentos feitos na ilha de São Jorge permite-nos fazer face a novos desafios e responder ao futuro, sendo agora essencial entrar na fase de potenciar essas infraestruturas para bem do desenvolvimento económico da nossa ilha”.

PUB

O parlamentar destaca os resultados positivos alcançados nos últimos anos: “Tivemos nos Açores uma redução enorme a nível do desemprego – que chegou a estar nos 18% e agora é inferior a 8%”, sendo que também em São Jorge se assistiu a uma recuperação do emprego e redução do desemprego.

André Rodrigues explica que nos contactos feitos “na Santa Catarina, na Uniqueijo, com os empresários da construção civil”, foi notória a falta de mão-de-obra que existe na ilha: “Há investidores que querem fazer investimentos e obras, mas não conseguem por falta de recursos humanos, o que contrasta com os tempos em que estavam muitas pessoas desempregadas”.

Para o deputado socialista, há resultados concretos que foram alcançados na Educação – “foram executados os investimentos previstos, seja na escola das Velas seja na escola da Calheta e estamos a finalizar o investimento no Museu Francisco Lacerda que irá concluir a rede regional de museus”, na Saúde – “Concluímos o investimento no Centro de Saúde da Calheta e já se iniciaram as obras no Centro de Saúde de Velas”.

No setor agrícola, “uma área que é fundamental e estruturante para o desenvolvimento económico da nossa ilha”, o Plano de Investimentos tem previstos 18 milhões de euros, “tanto na ajuda aos produtores, como na melhoria das acessibilidades agrícolas, na melhoria do abastecimento de água”, entre outros compromissos.

No setor das Pescas, André Rodrigues, realçou “o trabalho feito a nível infraestrutural, com as obras a decorrer no Porto do Topo e com a conclusão do entreposto frigorifico nas Velas, o que é um instrumento muito valioso para os pescadores, que têm conseguido reduzir as quantidades capturadas, mas manter os rendimentos em cerca de 800 mil euros”.

O parlamentar referiu, também, o trabalho que tem sido feito “na Santa Catarina, na valorização do seu produto, na valorização da sua marca, na manutenção dos postos de trabalho, que para além de ser uma empresa importante para a economia de São Jorge, é importante em termos sociais, para o concelho da Calheta”.

Na área do turismo, André Rodrigues defendeu que é importante “continuar a valorizar o trabalho que tem sido feito, pelos nossos empresários em conjunto com o Governo dos Açores, para dotar a ilha de São Jorge de melhores condições, mais qualificada e com mais experiências a oferecer”. Para o parlamentar tem sido possível “qualificar o destino da ilha de São Jorge” e obter mais rendimentos neste setor importante para a diversificação da atividade económica. “Não defendemos o turismo de massas, mas sim turismo de valor, mas fomos a ilha que mais cresceu em seis anos, crescemos 170% nas dormidas, o que também criou alguns problemas do ponto de vista das acessibilidades, do ponto de vista da adequação da oferta na restauração, um crescimento global que trás novos desafios concretos, aos quais queremos continuar a dar resposta”.

Pub