Plano e Orçamento para 2020 mantém aposta nas potencialidades da ilha Graciosa

As propostas dos deputados graciosenses do Partido Socialista, sobre o Plano e Orçamento da Região Autónoma dos Açores para 2020, reforçam a ilha Graciosa com cerca de 34,2 milhões de euros em investimentos.

“A segurança, o bem-estar e o desenvolvimento da nossa ilha são prioridades máximas, e, por isso, o Partido Socialista propõe um reforço dos meios de combate a incêndios, a conclusão da proteção e estabilização da zona costeira da Barra, a proteção das falésias dos Fenais e da Ventosa e a beneficiação e pavimentação das estradas regionais”, salientou o deputado José Ávila.

Para o parlamentar socialista “estes documentos de planeamento apoiam e valorizam também o sector da agricultura, com a construção dos caminhos agrícolas de ligação às Relheiras, do Saca e da Fajã, a manutenção dos caminhos rurais e florestais, a continuação dos apoios à eletrificação e abastecimento de água às explorações agrícolas, os apoios às agroambientais, ao Posei e ao programa Vitis, a modernização das explorações dos nossos agricultores e a instalação de jovens agricultores”.

“O reforço de 30 mil euros, com o intuito de finalizar o caminho agrícola Barreiro/Vales e igual valor para a deslocalização do parque de embarque e balança de pesagem de gado e a criação de uma ação para a construção do miradouro do Ilhéu da Baleia com a dotação de 40 mil euros, mostra claramente que o Partido Socialista está dedicado no progresso e crescimento de vários sectores socio-económicos”, defendeu o socialista graciosense.

Na área das Pescas, “o Governo tem implementado excelentes medidas neste sector, como é o caso do documento “Melhor Pesca, Mais Rendimento”, o “Plano de Reestruturação do Setor das Pescas dos Açores” e ainda um intenso programa de formação, nomeadamente cursos de Condução de Motores, Pescador, Arrais de Pesca e Arrais de Pesca Local, envolvendo mais de 500 pescadores de todas as ilhas, até ao final do corrente ano”, lembrou José Ávila, “estando ainda previstos, também na Graciosa, cursos sobre Segurança e Sobrevivência no Mar, Comunicações, Gestão de Embarcações de Pesca e Manuseamento e Conservação de Pescado”. O deputado graciosense ressalta que estas políticas têm o intuito de aumentar o rendimento e diversificar a área das pescas, apostando em novas oportunidades, “daí as apostas na transformação, na aquacultura e na pesca turismo”.

Nos transportes, “introduzimos um reforço de verbas para o projeto de estudo do reordenamento e execução de uma nova gare marítima para passageiros, no Porto da Praia, dando mais conforto e segurança a todos os passageiros que usam a via marítima para entrar e sair da Graciosa, assim como deliberações para novas oficinas e garagens de apoio à operação portuária”, explicou o deputado.

José Ávila relembrou que, “ao invés de denegrir a ilha Graciosa, o Partido Socialista escolhe apostar nas potencialidades desta ilha, como é o caso da certificação do nosso alho ou, na área do Turismo e Saúde, com o registo do parque de campismo do Carapacho, a construção de um miradouro junto ao ilhéu da Baleia ou, ainda, o desenvolvimento de um programa do termalismo sénior”.