PGR confirma buscas no Ministério das Finanças, inquérito sem arguidos

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje as buscas, na sexta-feira, “para recolha documental” ao gabinete do ministro das Finanças, num inquérito que “não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça”.

“Confirma-se a realização de buscas para recolha de prova documental no âmbito de um inquérito em investigação no DIAP de Lisboa. O inquérito não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça”, disse à agência Lusa fonte oficial da PGR.

As buscas por magistrados do Ministério Público no Ministério das Finanças já tinham sido confirmadas por uma fonte do gabinete do ministro Mário Centeno, depois de a notícia ter sido avançada pelo Correio da Manhã.