Pub

O Capitão de Mar e Guerra Eduardo Rabha Tozzini deslocou-se aos Paços do Concelho para a apresentação de cumprimentos ao edil e para dar nota de que o Navio-Escola “Brasil” está, pela primeira vez em 35 anos de atividade, atracado em Ponta Delgada.

O navio da Marinha do Brasil vai estar atracado em Ponta Delgada durante 25 horas.

O Presidente congratulou-se com o marco histórico para o Navio-Escola e para Ponta Delgada – que reafirma os laços históricos entre Portugal e o Brasil – e afirmou a disponibilidade de cooperação institucional, agradecendo o gesto de cortesia.

O Adido de Defesa do Brasil em Lisboa também expressou a disponibilidade de cooperação, quer por parte da Marinha, quer por parte do Brasil.

Pub

Com 439 militares a bordo, o navio veio de Toulon, França, e está de regresso ao Brasil depois da Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM) que visa complementar, com ênfase na experiência prática, a formação dos futuros Oficiais da Marinha; aprimorar a formação profissional e cultural desses jovens; e representar o País nos diversos portos a serem visitados, promovendo o estreitamento dos laços com as nações amigas.

O Navio-Escola “Brasil” foi construído pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro a partir de um projeto desenvolvido pela Diretoria de Engenharia Naval. A sua construção foi iniciada em setembro de 1981 e, após dois anos, no dia 23 de setembro de 1983, o navio foi lançado ao mar, tendo sido incorporado na Marinha a 21 de agosto de 1986.

Pub