Pub

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, destacou, ontem, o “orgulho que é para Ponta Delgada ter um clube como o Capelense”.

O autarca, que falava na cerimónia das comemorações dos 100 anos do Capelense Sport Clube, enalteceu o legado “feito por homens que deram o melhor de si ao clube” e o importante papel do mesmo enquanto “selo identitário de um povo, o da Vila de Capelas, aqui e na diáspora”.

O Presidente salientou a relevância de apostar nos escalões de formação e lembrou a importância do desporto na formação pessoal das crianças e jovens. “O desporto ensina-nos valores como a entreajuda, a solidariedade e o altruísmo”, argumentou.

Pedro Nascimento Cabral parabenizou o clube, na pessoa do seu presidente Nuno Oliveira, desejando os votos de muito sucesso na missão de revitalizar desportiva e economicamente aquela que já foi uma instituição incontornável do futebol dos Açores e que continua a ser a referência para um povo.

O edil afirmou que a Câmara Municipal de Ponta Delgada está e estará sempre ao lado do clube nesta missão.

O Presidente do Capelense Sport Clube, por seu turno, congratulou-se com a confiança depositada, afirmando ser um orgulho ser presidente deste clube e deixando uma palavra de agradecimento aos colegas de direção.

Na cerimónia que decorreu ontem, na Casa do Povo das Capelas, foi feita a entrega de certificados de reconhecimento a antigos dirigentes e atletas, bem como ao sócio n.º 1 do Clube, Dionísio Lucas.

O evento contou com a presença de diversas entidades civis e religiosas.

Recorde-se que, depois de uma desoladora fase de encerramento, o Capelense enfrenta, desde 2019, as dores de crescimento da recuperação de um fulgor que o tornou, no passado, uma referência no futebol em Ponta Delgada, em São Miguel e nos Açores.

A nova direção confronta-se no ano 100 da sua existência com uma nova etapa da vida do Capelense, em que se arregaçam as mangas para começar do zero e revitalizar desportiva e economicamente aquela que já foi uma instituição incontornável do futebol dos Açores.

Pub