Papa apela aos líderes europeus para serem solidários com migrantes retidos em Malta

O papa Francisco apelou hoje aos líderes europeus para mostrarem “solidariedade concreta” com os 49 migrantes ainda retidos em dois navios de Organizações Não Governamentais (ONG) de Malta, alguns dos quais há mais de duas semanas.

“Durante vários dias, 49 pessoas resgatadas no Mediterrâneo embarcaram em dois navios de ONG à espera de um porto seguro para desembarcar, e exorto os líderes europeus a mostrar solidariedade concreta em relação a estas pessoas”, disse o chefe da Igreja Católica aos milhares de fiéis reunidos na Praça de São Pedro, por ocasião da oração tradicional do ângelus.

Antes, durante a missa da solenidade da Epifania, na Basílica de São Pedro, o papa Francisco apelou a que se imite a generosidade dos Reis Magos, empreendendo o “caminho do amor humilde”.