PUB

Ana Luísa Luís realçou que os Açorianos precisam de soluções para a área da Habitação, um problema que “de facto existe” e para o qual o Governo Regional “não consegue encontrar respostas”.

A deputada socialista falava na cidade da Horta, no plenário do Parlamento dos Açores.

Ana Luísa Luís acusou este Governo Regional de “não conseguir encarar os problemas que atualmente existem e é preciso resolver”, mas também de “recusar as propostas que vêm de outros partidos”.

PUB

A parlamentar recordou que o Partido Socialista “há muito que chama a atenção para estes problemas”, assumindo uma postura construtiva e “apresentado medidas concretas”, como “quando apresentou um Plano de Emergência Social e Económica no debate do Plano e Orçamento para 2023”, um plano que foi rejeitado pelos partidos da coligação da direita.

Ana Luísa Luís frisou que o Partido Socialista, enquanto partido que sustentou os Governos Regionais anteriores, “nunca teve a arrogância de achar que fez tudo bem” em matéria de habitação, manifestando “orgulho naquilo que o PS deixou e na sua governação nos Açores”.

A deputada criticou os partidos da direita de procurarem atribuir ao PS/Açores as “consequências financeiras e sociais decorrentes da pandemia, o aumento da inflação decorrente da pandemia e da guerra na Ucrânia, o aumento das taxas de juro e os aumentos dos preços da habitação”, destacando que estes “não são problemas do passado, são problemas de agora” e que “têm que ser resolvidos por este Governo e não pelo Partido Socialista”.

Ana Luísa Luís questionou o Governo Regional sobre que medidas tem para “executar os inúmeros fundos comunitários que tem ao seu dispor e desta forma dar uma resposta eficaz aos problemas de habitação dos Açorianos”, sem obter, no entanto, uma resposta satisfatória.

“Na questão da habitação as críticas não são só do PS, surgem também na comunicação social, na sociedade civil e através das próprias famílias que têm vindo a público com a falta de respostas com que se deparam. E o que temos é uma perfeita inação deste Governo Regional, com zero respostas para estas problemáticas e isso precisa de mudar, rapidamente”, concluiu a deputada do GPPS, Ana Luísa Luís.

Pub