Os Açores foram a única região do país que cresceu este século em termos económicos acima da média europeia

Sérgio Ávila, Vice-Presidente do Governo

O Vice-Presidente do Governo congratulou-se hoje, na Lagoa, com o crescimento económico dos Açores registado entre 2000 e 2016, sendo, de acordo com o Relatório do Desenvolvimento e Coesão, “a única Região do país que este século, nos últimos 17 anos convergiu para o nível médio do Produto Interno Bruto (PIB) da criação de riqueza da União Europeia”.

“Os Açores foram, entre 2000 e 2016, a única região do país que conseguiu crescer mais, no conjunto destes 17 anos, do que a média da União Europeia, a 28 países”, realçou Sérgio Ávila que falava na apresentação do projeto do Hotel Double Tree, do grupo internacional Hilton.

Sobre o crescimento económico medido pelo PIB da União Europeia, no contexto das várias regiões do país face à Europa, o titular da pasta da Competitividade Empresarial considerou a divulgação destes dados essencial à análise das políticas implementadas na Região.

“É essencial para demonstrar que, neste período, as nossas opções de investimento, as nossas opções de políticas de apoio quer ao investimento público, quer à dinamização do investimento privado, foram no sentido correto e conseguimos ser a única região do país que este século cresce mais do que a média da União Europeia”, salientou.

Sérgio Ávila afirmou ainda que, de acordo com os dados provisórios de 2017 do INE relativos ao PIB, há todas as condições para “reforçar a consciência de que estamos no caminho certo”.

Segundo o relatório da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, divulgado quarta-feira, os Açores foram a única região do país a registar convergência, desde 2000, com a média europeia do PIB per capita.